A Revista Época publicou na noite desta sexta-feira, 11, uma reportagem reveladora. Ela mostra o passo a passo da polícia federal até encontrar o cofre do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Siva. O local foi periciado nesta semana, quando aconteceu mais uma etapa da operação Lava Jato, que investiga o dinheiro desviado da maior estatal brasileira, a Petrobrás. O cofre de #Lula está localizado em uma agência do Banco do Brasil no Centro de São Paulo. Os 132 objetos considerados raros foram colocados ali assim que Lula saiu da presidência, em janeiro de 2011. A maioria dos objetos seria de presentes obtidos pelo ex-presidente em encontros importantes com líderes mundiais. 

A polícia federal descobriu o cofre depois que fez busca e apreensão da casa de Lula, em São Bernardo do Campo.

Publicidade
Publicidade

Na residência dele, um documento encontrado levou até à agência do Banco do Brasil. Ao todo, 23 caixas pertencentes ao líder do Partido dos Trabalhadores, o PT, foram encontradas. O ex-presidente, no entanto, transferiu a responsabilidade e a guarda desses bens para sua esposa, Marisa Letícia,  e para o filho, conhecido como Lulinha. 

Curiosidades em meio à investigação

No meio de mais de 130 objetos, alguns itens chamam a atenção devido a excentricidade. Moedas raras, adagas e até um coroa de ouro foram encontradas. Como os objetos tem valor inestimado, a avaliação deles precisou de extremo cuidado. A polícia federal levou dois dias para periciar o cofre. Outro objeto que chamou bastante a atenção dos funcionários públicos foi um crucifixo de madeira datado de século XVI. A obra ao estilo barroco sumiu do Planalto exatamente no mês em que o ex-presidente deixou o governo. 

O item teria sido comprado por um amigo de Lula, José Alberto de Camargo, diretor da CBMM.

Publicidade

Ele teria pago, segundo a Época, cerca de R$ 60 mil para comprar o objeto e dar de presente para o amigo. Mesmo guardando itens raríssimos, o Banco do Brasil informou aos agentes da Polícia Federal que não existe qualquer custo para que os objetos sejam guardados.  #Impeachment