Quando o assunto é a declaração do imposto de renda, os contribuintes que irão declarar pela primeira vez ficam cheios de dúvidas, mas não apenas eles, até os mais experientes também se perdem em meio a tantas regras. Se você vai fazer o ajuste anual pela primeira vez deve se atentar há alguns detalhes de mais importância como; o prazo de entrega, os documentos e o preenchimento corretos dos dados para que sua declaração não caia na malha fina da Receita Federal, o que pode trazer muita dor de cabeça ao contribuinte.

Prazo de entrega

O período para o envio do ajuste anual do imposto de renda referente ao ano de 2015 se estende até o dia 29 de abril de 2016.

Publicidade
Publicidade

É importante não deixar para última hora o envio, pois o sistema de recebimento da Receita Federal pode ficar congestionado devido ao grande número de declarações e você pode perder o prazo e sofrer multa punitiva, que é de 1% ao mês do imposto devido.

Documentos necessários

O principal é o comprovante de rendimentos anual fornecido pela empresa onde o contribuinte trabalha e a instituição financeira onde possui conta.

Cuidados com erros de digitação

É sempre recomendável ter cuidado com os erros de digitação, revisando e conferindo cada campo da declaração antes de seu envio, o que pode reduzir sua probabilidade de dor de cabeça no futuro e gastos desnecessários com multas e juros.

Além destes cuidados, o contribuinte deve se atentar a outros detalhes, tais como; se precisa mesmo fazer o ajuste, para o ano base de 2015 fica obrigado quem recebeu renda tributável acima de R$ 28.123,91 ou que tenha auferido renda isenta ou não tributável em que o montante seja superior ao valor de R$ 40 mil.

Publicidade

Outro ponto bastante interessante para o contribuinte se atentar é referente aos valores dedutíveis, tais como; gastos com saúde e educação, pois pode ser muito vantajoso, reduzindo assim o montante a ser pago de imposto, para o ano de 2015 o contribuinte pode deduzir com esses gastos o valor máximo de R$ 16.754,34, mas para isso precisa ter guardado todos os comprovantes. #Legislação #Imposto de Renda