O clima no Jardim Botânico, bairro onde está localizada a sede do jornalismo da #Rede Globo no Rio de Janeiro, foi de tensão durante este domingo, 06. Isso porque centenas de manifestantes foram a frente da emissora, pedir, dentre outras coisas, o fim da concessão do canal. O protesto organizado pelo Partido dos Trabalhadores, o PT, ainda foi marcado por palavras de ordem, como "a verdade é dura, a Globo apoiou a ditadura".

Além de contestar a concessão dada à Rede Globo, os manifestantes apoiaram o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva, que nesta sexta-feira, 04, foi conduzido de forma coercitiva pela Polícia Federal.

Publicidade
Publicidade

Ele foi obrigado a prestar depoimentos sobre as investigações a respeito do esquema de corrupção envolvendo a maior estatal do Brasil, a Petrobrás. 

Na frente da sede do jornalismo do canal, uma réplica de uma jararaca gigante também foi levada. Tudo para fazer referência à uma das frases mais marcantes ditas por Lula em uma coletiva de imprensa dada após o depoimento à Polícia Federal. O ex-presidente disse que para matar a "jararaca", no caso ele, precisa bater na cabeça, mas tentaram pegar a cobra pelo rabo e agora ela está mais viva do que nunca. 

Veja o vídeo com o momento da ocupação feita pelo PT na porta da Globo:

Em entrevista ao R7, Washington Quaquá, presidente do PT, disse que Lula foi sequestrado pelos agentes da Lei e que isso ia de contra ao sistema democrático brasileiro.

Publicidade

Segundo Washington, caberá ao PT tentar construir essa nova democracia. O presidente do partido dos trabalhadores contou ainda que a fragmentação da legenda é apenas um boato. "O PT está mais unido do que nunca", disse ele após o episódio envolvendo o ex-presidente da república.

A hashtag #ocupaRedeEsgoto ficou durante todo o dia entre os assuntos mais comentados do Twitter. Muita gente fez piada com o assunto, dizendo que a manifestação, na verdade, seria uma reação à expulsão da jornalista Ana Paula do 'Big Brother Brasil'. A Rede Globo ainda não enviou nenhuma nota à imprensa falando sobre o protesto na sua porta.  #Protestos no Brasil