Nesse domingo, 1, a CUT – Central Única dos Trabalhadores – realizará uma série de atos a favor de Dilma em todo o Brasil. O foco das manifestações vermelhas deve ser no centro de São Paulo, no Vale do Anhangabaú, onde, a partir das 11h serão realizados vários shows populares.

Também ocorrerão protestos contra o impeachment de Dilma em pressão ao Congresso Nacional, que está discutindo o processo para votá-lo dentro de alguns dias. Em entrevista ao Sputink, Douglas Izzo, que é presidente da CUT de São Paulo e do movimento de esquerda Frente Brasil Popular, revelou que a presença de Lula está confirmada e que Dilma também deve comparecer para discursar ao lado do ‘companheiro’ e receber o apoio dos manifestantes.

Publicidade
Publicidade

Douglas, que é professor de escolas estaduais de São Paulo, declarou que esse será o momento para o trabalhador declarar a sua solidariedade à presidente Dilma Rousseff.

O evento deve ser frequentado, majoritariamente, por militantes do #PT e dos movimentos sociais apoiados pelo governo. Mesmo com a propaganda de shows, que esse ano deve ser mais fraco em relação a eventos de anos anteriores, devido à grande polarização entre artistas pró e contra impeachment, bem como aqueles que não querem se envolver em política nesse momento, muitos nomes conhecidos não participarão como de costume, bem como algumas rádios estarão promovendo eventos comemorativos em outros locais com grandes nomes da música nacional.

Em Brasília o evento a favor de Dilma com o apoio da CUT deve começar nesse sábado, 30, com a realização da ‘Virada Cultural’.

Publicidade

No Rio de Janeiro, eventos destinados ao mesmo fim começaram ontem, 29, e prosseguem por todo fim de semana.

Dilma deve apresentar o chamado ‘pacote de bondades’ nesse evento, onde deve conferir algumas surpresas guardadas a sete chaves para os movimentos sociais. A notícia vazou para a imprensa na manhã dessa sexta-feira, 29 e a possibilidade foi confirmada por Izzo.

Organizadores e PM não informaram quantas pessoas são esperadas nas ruas, mas as autoridades ficarão em alerta para evitar confusão por parte dos militantes bem como confrontos com opositores ao governo, principalmente nas proximidades de onde Dilma e #Lula estarão.

Manifestações a favor do PT possuem, historicamente, dados de tumultos e confusões, por isso todo cuidado é pouco. Recomenda-se utilizar as vias alternativas informadas pela CET em site oficial ou nas sinalizações nas ruas. #Dilma Rousseff