Zé de Abreu foi alvo de polêmica sexta-feira, 22, após ser xingado em restaurante japonês de São Paulo e em seguida cuspir no homem e sua esposa. O casal é anti-#PT e criticou o ator por ter votado no partido, mas ir a um restaurante japonês. O vídeo da confusão foi postado no Facebook e reproduzido no Youtube e o ator usou sua conta no Twitter para se explicar. Lá, ele ironizou que cuspiu no homem e em sua esposa e o "covarde" não reagiu. Depois chamou o casal de "covarde fascista" e disse que "fascistas merecem cuspe".

Tudo isso deu muita polêmica e o nome de Zé de Abreu ficou nos trending topics do Twitter durante boa parte de sábado, 23.

Publicidade
Publicidade

Grande parte dos internautas discordaram da atitude dele e ironizaram no Twitter. "Agora, é verdade também que nem famosos perfis esquerdistas conseguiram passar pano pro Zé de Abreu, tamanha a nojeira que ele fez", disse um deles. "Dei uma zapeada em alguns notórios perfis feministas desta rede social e NADA sobre a agressão de Zé de Abreu a uma mulher", disse outro.

Zé de Abreu havia sido convidado para participar do Domingão do Faustão amanhã, 24. Petista declarado, a confusão pode acabar custando a sua participação no programa. Toda essa confusão não foi bem avaliada pela Globo. O ator é contratado pela emissora, mas já há diretores que não querem que ele apareça no programa dominical após a confusão. O receio é que Zé de Abreu use o meio para atacar o casal anti-PT. O programa é exibido ao vivo.

Publicidade

Se isso acontecesse, o casal teria direito de se defender no ar também.

De acordo com o blog de Keila Jimenez, do R7, há ainda o receio de que isso não seja bom para a imagem do canal. Ainda assim, o tema que foi comentado durante quase todo o sábado seria ótimo para a audiência. O ator ainda pode participar, mas ser proibido de tocar no assunto político.

Zé de Abreu xinga senador

Essa não foi a primeira vez que o ator se meteu em confusão ao defender o PT ou atacar pessoas com opiniões políticas diferentes da sua. Ainda na tarde de ontem, 22, ele chamou o senador do PPS, Cristovam Buarque, de "velhinho babaca". O senador havia compartilhado vídeo pedindo que Dilma parasse com o discurso de que está em marcha um "golpe" no Brasil. Zé de Abreu respondeu que o senador deveria parar de "querer calar a Dilma", pois "censura rima com ditadura", e então o chamou de "velhinho babaca".

Saiba mais

Oposição tem votos suficientes para impeachment no Senado #Dilma Rousseff