A presidente da república Dilma Rousseff não gostou nadinha do editorial publicado neste domingo, 03, pelo jornal 'Folha de São Paulo'. A publicação argumentou o porquê está agora pedindo que a líder política do país peça sua renúncia. De acordo com o jornal, caso fique, Rousseff não terá a menor condição de governar. Além disso, provou nos últimos dias ao nomear Luiz Inácio #Lula da Silva para o cargo de Ministro da Casa Civil, que seria capaz de fazer tudo para não perder o posto político mais importante do Brasil. 

Dilma então se defendeu ao publicar uma mensagem em sua página oficial no Facebook. Além de um curto texto, a equipe da presidente publicou uma edição de um vídeo com dois momentos em que ela diz que "jamais renunciará".

Publicidade
Publicidade

O problema é que mesmo em uma página pró-presidente e contra o #Impeachment, não faltaram comentários criticando a mulher que tem rejeição de mais de 80% dos brasileiros, que dizem não concordar com seu governo. Mais a frente, colocaremos alguns dos comentários nada carinhosos escritos à Dilma em sua própria fangage. 

"Setores da sociedade favoráveis à saída de Dilma, antes apoiadores do impeachment, agora pedem sua renúncia", começa a escrever a companheira política de Lula. "Evitam, assim, o constrangimento de respaldar uma ação "indevida, ilegal e criminosa", continua a presidente, dizendo que a Folha já tinha pedido seu impeachment entrelinhas. " Ao editorial da Folha de São Paulo publicado neste domingo (3), fica a resposta da presidenta: "jamais renunciarei"", termina ela. 

Veja abaixo a publicação original feita pela petista com o vídeo que está em sua página:

Como escrevemos anteriormente, minutos depois de escrever o recado contra o editorial da Folha, a página de Dilma foi invadida com centenas de comentários mostrando uma reação contrária a seu pensamento. 

"Renúncia é o processo mais rápido para tomada de direção do país.

Publicidade

Seria o mínimo de dignidade. Mas o poder está acima do bem da nação para esta senhora", escreveu o internauta Vinícius de Moura. 

"Acreditava no governo ... mas nomear Lula foi o tiro na cabeça. .. Quem deve tem que pagar não burlar a justiça. ..Como foi feito. .. Agora renunciar é o melhor caminho", disse o seguidor Julio Souto.

"'Prefere ver o Brasil sangrando nessa guerra politica vergonhosa, (todos estão envolvidos em escândalos) e a economia indo de mal a pior à renunciar", alfinetou mais um. 

Pelo visto, Dilma não esperava que em sua página existissem brasileiros contra ela. Será que ela os chamará para suas reuniões no Palácio do Planalto? 

"Ao invés de ficar respondendo publicações pq a senhora presidente não se preocupa em governar o país?", lembrou outra internauta nada feliz com os rumos da presidência e de seu governo.  #Dilma Rousseff