Nesta quarta-feira, 27, deputados federais do Partido dos Trabalhadores (PT) se reuniram com o Ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini. A informação foi confirmada pela agência Estadão. Na pauta do encontro uma estratégia a ser traçada sobre a transição provável entre o governo da presidente Dilma Rousseff e o de #Michel Temer. Segundo o Estadão, a mensagem que chegou do Palácio do Planalto é deixar o vice "à míngua", sem ter informações cruciais nessa transição. Com isso, Temer teria dificuldades para acelerar as mudanças no país e também poderia vir a ser criticado por não melhorar a crise política. 

O Partido dos Trabalhadores já estaria com certeza de que a votação no Senado Federal, que decidirá se Dilma será ou não afastada ocorrerá no dia 11 de maio.

Publicidade
Publicidade

A previsão do governo e da oposição é que a presidente seja afastada por 180 dias. Nesse tempo, quem assume a cadeira da presidência é Michel Temer. A notícia sobre os planos de Dilma para dificultar a transição foi chamada de 'divórcio litigioso' pelo site da Revista Veja, fazendo uma referências aos casais que precisam usar a justiça na hora de se separar. Nos últimos cinco anos, Dilma e seu vice pareciam se entender, mas bastou chegar o #Impeachment para o vice sair da posição decorativa.

Nas últimas semanas, o peemedebista tem se reunido com diversos nomes da oposição e também de seu partido. Políticos do PSDB, Democratas e PMDB encontraram-se com Temer, que tenta fechar sua equipe econômica e também os nomes para os diversos Ministérios. O objetivo dele é já chegar com as coisas arrumadas, fazendo com que a crise política no país seja diminuída ou pelo menos evitada o mais rápido possível. 

Para que seja aprovada o afastamento é necessário que metade dos Senadores vote 'Sim' por essa questão.

Publicidade

Ao todo são 81 congressistas. Desses, 41 precisariam aprovar a questão. Dilma então teria mais 20 dias para se defender e o Senado, no máximo, mais 180 dias para avaliar a questão. Depois disso, um novo pleito é realizado. Esse pode sim fazer com que Rousseff ser deposta.  #Dilma Rousseff