As declarações e atitudes do ator José de Abreu continuam rendendo na internet. Neste domingo, 25 a candidato a vereador pelo PSC de São Paulo, Alexandre Frota, usou seu Facebook para fazer duras críticas contra o petista, que depois de hostilizado por um casal cuspiu nele. Frota começa o vídeo dizendo que Abreu diz constantemente que é muito politizado e que ganha muito bem na Rede Globo, externando que a atitude de seu opositor político foi muito feia. O possível vereador de São Paulo fala ainda sobre a exclusão do perfil de José no Twitter, chamando a atitude de ato covarde.  Horas depois da exclusão, o perfil do polêmico apoiador da presidente #Dilma Rousseff foi reativado.

Publicidade
Publicidade

O vídeo prossegue e foi gravado enquanto Frota dirigia. Para o ex-ator de filmes adultos, Abreu se aproveitou de um casal, que era de paz,  que apenas estaria fazendo uma manifestação de ideias, em nenhum momento agressiva. Ele fala que Abreu é petista e que defende Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O candidato a vereador ainda acusa José de sobreviver graças à Lei Rouanet, fato negado por ele diversas vezes. Através desta lei, artistas são autorizados pelo governo a conseguirem patrocinadores. No entanto, nem sempre, eles tem facilidade para conseguir as verbas para seus projetos. "Você mama nas tetas do governo", desabafou.

"Agora cuspir na cara, você foi filho da p, foi filho da p, escroto, covarde, foi babaca, medíocre...", diz em tom alterado de voz o homem que fez sucesso em 'A Casa dos Artistas', exibida nos anos 2000 pelo SBT.

Publicidade

"Tô louco pra encontrar contigo, irmão. E vou te dar a minha cara pra você cuspir, Zé. Eu duvido você cuspir. E tomara que você cuspa", ameaça o agora político, que ainda chama o ator de "merda". Ele ainda critica o fato da Rede Globo manter uma pessoa como o ator em seu quadro de funcionários. Alexandre também chamou a atitude do ator de "vagabundo" e diz que está aberta a temporada de caça no Brasil. "A gente se vê", diz ele no final do vídeo, que já tem quase meio milhão de exibições apenas no Facebook. Veja abaixo a publicação polêmica: #Impeachment