Assim como a coluna Painel do 'Jornal Folha de São Paulo' neste fim de semana, a transmissão da votação do #Impeachment da presidente Dilma Rousseff será exibido pelo maior canal de TV do país, a Rede Globo. Por enquanto, a votação está estabelecida para acontecer em um domingo, 17, a partir do meio dia. Mas essa informação ainda gira nos bastidores da Câmara dos Deputados. O rito oficial e completo será anunciado apenas na segunda-feira, 12, quando a Comissão do Impeachment dirá ainda se o seu parecer é contra ou a favor do impedimento.

A maioria dos deputados durante esta sexta-feira, 08, e madrugada de sábado, 09, disse que achava por melhor que a votação realmente fosse nominal, assim como Eduardo Cunha, presidente da Câmara, já tinha adiantado.

Publicidade
Publicidade

No entanto, mais uma vez o modo de votação só será anunciado na segunda. Ainda assim, a TV Globo, segundo a 'Folha', decidiu mostrar na íntegra a votação, dando apenas alguns intervalos e tecendo comentários. Se isso realmente ocorrer, o maior canal de TV do país limará sua grade de programação para exibir um momento histórico, seja qual resultado o processo tiver.

Ao todo, são mais de 500 deputados na Câmara. A votação deve demorar horas e invadir a tarde e a noite. Além da votação em si, a urgência da situação fará com que mostre-se o desenrolar e os rumos do governo após o resultado. Caso a votação nominal seja confirmada, essa não deve demorar menos de sete, oito horas, invadindo o horário do futebol e até de Fausto Silva. Não nos lembramos de alguma ocasião em Faustão deixou de ser exibido. 

Tal fato deve prejudicar e muito Dilma.

Publicidade

Isso porque os deputados ditos como indecisos serão pressionados a serem a favor do impedimento, especialmente porque tal situação será exibida para todo o país. Ainda há a expectativa para saber a ordem da votação. O desejo de Cunha é que comece pelas regiões onde há mais deputados contra a presidente, criando ainda mais pressão nos favoráveis. De acordo com o colunista político Gerson Camarotti, até o momento já são 322 votos favoráveis ao impeachment. Para passar são necessário mais vinte votos.  #Lula #Dilma Rousseff