Já faz algum tempo que parte da mídia e de partidos de esquerda tentam estereotipar os políticos da família Bolsonaro, bem como Marco Feliciano. Montagens de vídeos, distorções de palavras e polêmicas desnecessárias logo ganham destaque nas notícias da semana.

Após o episódio repudiável em que Jean Wyllys cuspiu em Jair Bolsonaro logo depois de votar contra o impeachment de Dilma, a blogueira brasileira que vive nos Estados Unidos, Karoline Eller, conhecida como Karol Eller, divulgou um vídeo de sua passagem pelo Brasil, no qual gravou com Eduardo Bolsonaro e Marco Feliciano, que por sua vez desmistificou a ‘cura gay’ criada pela mídia e movimentos LGBT há alguns anos.

Publicidade
Publicidade

Karol ficou satisfeita em conhecer Marco Feliciano e confessou que depois que ouviu falar da polêmica sobre a cura gay, não ‘ia muito com a cara do deputado’, mas que gostou do que aprendeu com ele e passou a admirá-lo. Tanto Karol, quanto Feliciano trocaram elogios em suas respectivas páginas do Facebook sobre o momento juntos. Tudo foi filmado por Eduardo, que logo no começo do vídeo brincou que era o assessor especial da Karol.

Eller também diz no vídeo que queria encontrar com Jean Wyllys para perguntar que '´P**** é essa de kit gay?' que está 'envergonhando a classe LGBT', segundo palavras da própria Karol.

Em sua página oficial no Facebook, do qual é seguida por quase 230 mil pessoas, a blogueira também publicou um vídeo em que pede desculpas pelo comportamento de Jean no último domingo.

Publicidade

A moça ficou tão chateada que quis mostrar que Jean não representa a maioria dos homossexuais. Se você não assistiu o vídeo de Karol detonando Jean, clique aqui para assistir.

A postura de Karol tem surpreendido muita gente que ainda vive nesse clima de divisão e acha que héteros e gays se odeiam, bem como acreditam que gays sempre apoiam uns aos outros quando fazem alguma coisa errada. Além disso, o seu apoio à Bolsonaro, tem ganhado a simpatia de muitas pessoas.

Assista abaixo o vídeo:

Embora muita gente reclame de Jair Bolsonaro e Marco Feliciano, eles são uns dos deputados federais mais votados do Brasil, além de terem milhões de seguidores nas redes sociais. Jair mesmo, já ultrapassou o número de seguidores de Dilma e de Lula.

Eduardo é policial federal e foi eleito para o seu primeiro mandato como deputado federal em 2014. Assim como seu pai, defende a verdade, a valorização da polícia e o respeito aos direitos do cidadão e da família. A bancada da qual fazem parte é chamada de ‘bancada da bala’, pois possuem diversos policiais, delegados e militares.

Nenhum dos três deputados nunca foram envolvidos em nenhum escândalo de corrupção, mas já houve boatos e montagens na #Internet para incriminar Jair Bolsonaro, inclusive sobre uma suposta mansão milionária no Rio de Janeiro. No mesmo dia da polêmica, o próprio Jair Bolsonaro divulgou um vídeo comprovando que as acusações que lhe fizeram eram falsas, gerando revolta na esquerda e aplausos dos direitistas. #Viral #Câmara dos Deputados