Conforme já noticiamos aqui, das quase doze horas de votação do impeachment de Dilma Rousseff na Câmara, o fato lamentável que marcou a sessão foi o descontrole emocional de um parlamentar: Jean Wyllys que cuspiu no rosto do deputado federal do PSC, Jair Bolsonaro.

Como a TV da Câmara não transmitiu o incidente, as primeiras notícias foram que o cuspe não tinha acertado Bolsonaro e que, segundo o ‘socialista’, Jair havia o puxado pelo braço, momento em que se ‘defendeu’ com uma cuspida.

Entretanto, cerca de duas horas depois, imagens do ocorrido começaram a tomar conta de sites e noticiários da TV. As imagens mostram que em nenhum momento Bolsonaro tentou tocar Jean, e que os dois estavam distantes um do outro.

Publicidade
Publicidade

Jean passava pelo corredor de parlamentares e Jair estava junto aos colegas. Jean então se vira para o local que Bolsonaro estava e cospe.

Pouco tempo depois, em um vídeo feito por seu filho, o também deputado federal, Eduardo Bolsonaro, Jair brinca com a situação dizendo que recebeu uma cuspida de Jean e que a mesma deixou um ‘cheiro horrível’. Pouco depois um outro vídeo de Bolsonaro é divulgado na #Internet em que ele novamente fala desse estranho comportamento de ‘amor e ódio’ por parte de Jean.

Após declarar para a imprensa que cuspiu em Bolsonaro por julgar que ele ‘merecia’, o deputado do partido socialista escreveu um desabafo em seu Facebook, em que demonstrou em suas palavras, uma situação contrária às imagens de sua saída do local do voto do #Impeachment, do qual o parlamentar votou contra.

Publicidade

Jean alegou que Bolsonaro havia tido uma atitude ‘homofóbica’ com ele e o chamou de ‘veado, queima-rosca, boiola, entre outras coisas’. Também afirmou que o deputado o segurou ‘violentamente’ pelo braço na saída da Câmara, momento em que ele cuspiu. As imagens mostram os dois políticos distantes um do outro.

Assista ao vídeo:

Clique na imagem dessa matéria e veja a publicação de Jean ampliada: Após a repercussão do caso, a encorporação dessa publicação foi desabilitada no perfil do deputado do PSOL. Você também pode procurá-la na página oficial de Jean no Facebook.

Após o desabafo de Jean, o resultado não foi um ‘esclarecer de ideias’, mas as suas palavras em junção com as imagens geraram piadas e memes em redes sociais, sobretudo em grupos e páginas do Facebook.

As palavras das quais Jean acusa Jair de o ter chamado, fizeram a alegria dos internautas. A atitude de Jean pode gerar inúmeros problemas, que na punição mais grave, pode levar à cassação de seu mandato.

Leia nossa matéria sobre A verdade por trás da cuspida de Jean Wyllys em Jair Bolsonaro e entenda melhor o caso.

E você, o que acha dessa situação? Opine deixando a sua opinião. #Viral