Nesta quarta-feira, 27, advogados do líder petista e ex-presidente da república Luiz Inácio #Lula da Silva entraram com um pedido no Ministério Público através de seu conselho solicitando que um dos nomes mais importantes da Operação Lava Jato seja afastado. A operação que tem o comando do juiz federal Sérgio Moro tem forte atuação de Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador que ajudou nas investigações de Lula. O ex-presidente agora quer que ele não o apure. O procurador teria uma linha de investigação que pode acabar prejudicando o aliado político da presidente Dilma Rousseff, analisando se ele poderia ser uma espécie de chefe da quadrilha que acabou desviando dinheiro da maior estatal brasileira, a Petrobrás, para ser usado em esquemas de corrupção. 

Como argumento, a defesa de Luiz Inácio Lula da Silva diz que o procurador já teria dito à imprensa o seu pré-julgamento e também feito juízos de valor sobre o caso, o que poderia atrapalhar nas investigações.

Publicidade
Publicidade

A defesa diz ainda que não existe qualquer fato concreto contra o líder do Partido dos Trabalhadores e que tais declarações só poderiam  ser feitas depois que as investigações fossem concluídas. Caso o Conselho apoie à ideia da defesa, o procurador pode sair do caso ou até mesmo suspenso de suas atividades, sendo observadas, é claro, qualquer irregularidade que haja contra a conduta de sua posição.

Enquanto tenta se defender da Lava Jato, Lula também trabalha para que #Dilma Rousseff não sofra o processo de #Impeachment, que agora está no Senado. A votação que decidirá pelo seu afastamento ou não deve acontecer no dia 11 de maio. Para que haja o afastamento são necessários 41 dos 81 Senadores da casa, ou seja, metade mais um. Dilma sendo afastada, ela tem 20 dias para se defender, enquanto o Congresso tem, no máximo, 180 dias para analisar tudo e convocar novamente uma votação.

Publicidade

Nessa, os Senadores votam pela deposição ou não da presidente da república. Para que isso ocorra são necessários 54 Senadores a favor da deposição.