oito anos, em 2008, o Brasil parou e ficou chocado com a morte da menina Isabella Nardoni, morta aos cinco anos. Aos 32 anos, a mãe da garotinha tenta recomeçar a vida. Ana Carolina Oliveira anunciou em uma entrevista à revista 'Veja SP' que está grávida novamente. Ela espera um menino. A notícia comoveu a internet. Segundo Ana, para superar esse período ruim de sua vida, ela fez terapia e recorreu à fé. Na conversa com a publicação, a mãe de Isabella disse também que não imaginava ter mais filhos depois da tragédia. No ano em que a filha morreu, Ana namorava, mas o relacionamento não suportou a perda e acabou poucos meses depois. 

"Que Deus te abençoe, minha querida.

Publicidade
Publicidade

Esse anjo é a prova que Deus existe. Seja feliz pela sua filha, pelo seu marido e agora pelo Miguel. Estou realmente muito feliz", disse uma internauta que comentou a matéria no site da Veja. 

Em seguida, a administradora ficou sem nenhum outro homem por dois anos, até conhecer o atual marido, Vinícius Francomano, de 29 anos. Os dois se conheceram em um bar. Ele diz que os amigos brincam dizendo que ele é corajoso, pois até hoje a mãe de Isabella é muito assediada nas ruas. A gravidez era um desejo do casal e foi programada. Os dois se casaram em 2014 e tem seguido juntos na jornada da vida. De acordo com Ana, seu primeiro marido, Alexandre Nardoni, foi uma relação ruim. Eles sequer moraram juntos. A gravidez de Isabella ocorreu quando ela tinha 17 anos. Hoje a administradora  tem 32. 

Oito anos depois da notícia da morte da filha arquitetada pelo pai e pela madrasta, Ana ainda lembra com tristeza do episódio e diz que foram momentos muito difíceis, mas que foi muito apoiada pelas pessoas, que a acompanharam até ficar provado que os criminosos jogaram Isabella pela Janela.

Publicidade

Ana então explica que tem certeza que sua filha queria que ela fosse feliz. Por isso, ela lutou muito para conseguir isso. 

Isabella faria aniversário na última semana, caso estivesse viva. Ela completaria 14 anos. O nome do menino que Ana espera se chamará Miguel. Já quando a questão é o perdão aos assassinos da morte de sua filha, a administradora diz que isso não é mais com ela, mas sim com Deus. A madrasta de Isabella, Anna Carolina Jatobá, assim como o pai da menina, encontram-se presos.   #É Manchete!