O pastor e presidente da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia, usou seu perfil oficial no Twitter neste domingo, 24, para fazer duras críticas ao ator José de Abreu, contratado da Rede Globo de Televisão. De viés extremamente de esquerda, o profissional da dramaturgia cuspiu em um casal contrário a ele na sexta-feira, 22. O caso aconteceu em um restaurante japonês de São Paulo e virou uma verdadeira catarse na internet. "Como a globo mantém em seus quadros um ator, como Zé de Abreu, que cospe em pessoas e ainda debocha.UM DESQUALIFICADO INESCRUPULOSO,VERGONHA!", publicou o pastou em seu perfil.

Malafaia continuou a criticar o contratado da Rede Globo.

Publicidade
Publicidade

"Esse ator é um petista idiota, desqualificado, a sorte dele é que encontrou um cidadão que apenas usa a argumentação. Merece todo nosso repúdio", continuou a tecer críticas o líder evangélico. Como Zé de Abreu tem demonstrado que adora uma discussão na internet, ele não ficou quieto e decidiu contra-atacar. "Já o Pastor Silas Malafaia apenas rouba dinheiro dos pobres em nome de Deus, mas isso não vem ao caso.", publicou ele. 

O ator estará mais tarde no 'Domingão do Faustão', onde deve falar sobre o episódio. A presença dele chegou a virar motivo de incógnita, como publicou a jornalista Keila Jimenez neste sábado, 23. Segundo a colunista do R7, o programa chegou a ameaçar desconvidar José de Abreu. A Globo, no entanto, continua realizando chamadas da participação dele. Enquanto isso, na internet, através de grupos no Facebook, internautas se organizam para fazer um panelaço contra Abreu.

No Twitter, o ator chegou a chamar o casal que ele cuspiu de "fascista".

Publicidade

Em seguida, ele insinuou que não tinha se arrependido de seus atos, pois segundo Abreu, "coxinha" merece ser cuspido. Além disso, ele chamou o homem que não bateu nele de "covarde', não defendendo a própria esposa, que levou outro cuspe no rosto. Um vídeo publicado no Youtube, no entanto, mostra que o homem, que não teve o nome identificado, até tentou partir para cima de José de Abreu, mas que foi impedido por seguranças do restaurante paulista.  #Dilma Rousseff #Impeachment #Crise-de-governo