O ex-policial militar Jaime Damião Mariano Pavel, de 30 anos, atualmente taxista, foi morto após iniciar um confronto com o policial civil Leonardo Cabral de Araújo de 41. O ex-PM ao descobrir que estava sendo traído resolveu seguir sua esposa, a professora Thaís Santanna, de 35 anos,  assim que ela se despediu e disse estar a caminho da faculdade. O casal tem um filho de 5 anos e estavam casados desde novembro.

Ao sair de casa, ela foi seguida por Jaime, que acabou vendo a esposa entrar em um motel com o amante. O motel fica localizado em Irajá, no Rio de Janeiro, próximo da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), onde Leonardo atua.

Publicidade
Publicidade

O marido ficou na porta do estabelecimento aguardando a saída dos dois. Por volta das 22h, Thaís e o amante deixaram o motel. Ao serem flagrados do lado de fora, os dois homens iniciaram um confronto.

O dois estavam armados e ambos foram atingidos. O esposo Jaime Damião foi atingido por três tiros, sendo um no ombro, outro na coxa e um na mão, os dois receberam atendimento e foram encaminhados para o #Hospital Estadual Getúlio Vargas, porém Jaime não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital. Leonardo foi atingido no quadril e se encontra internado após passar por cirurgia. A mulher não teve ferimentos. 

Foi realizada uma perícia no local e o Departamento de Homicídios está apurando a ocorrência, imagens de câmeras de vigilância serão analisadas para descobrir quem atirou primeiro. O pai da vítima é sargento do exército e segundo a polícia, a arma que ele portava pertencia ao pai. 

Viúva é hostilizada

Thaís Santanna, foi proibida por familiares e amigos do marido, de comparecer ao enterro, além de ser ofendida em redes sociais.

Publicidade

A professora relatou que ao saírem do motel os dois foram abordados por Jaime que estava em outro carro. Segundo a viúva, neste momento ele apontava uma arma para cabeça do policial civil, ela então teria saído do carro e corrido para dentro do estabelecimento.

O relacionamento entre o casal teria sido conturbado, cheio de idas e idas, devido à desconfianças das duas partes. Em um desses términos Thaís namorou o policial civil por de 5 meses. O namoro chegou ao fim quando a ex-mulher de Leonardo fez um tumulto ao descobrir que os dois estavam juntos. Jaime e Thaís então reataram e resolveram se casar. #Crime #Casos de polícia