E o Carreta Furacão, um dos grupos mais conhecidos na internet devido às suas peripécias pode estar nas manifestações contra a presidente da república Dilma Rousseff no próximo domingo, 17, quando acontecerá na Câmara dos deputados, Brasília, a votação pelo impedimento da líder petista. A informação está sendo compartilhada no Facebook pelo Movimento Brasil Livre (MBL), que tenta fazer uma campanha de financiamento coletivo para levar os artistas de rua para às ruas da capital do país. O grupo é conhecido pelas danças esquisitas, fantasias de segunda mão e pelas manobras de alto risco que realizam. O vídeo mais visto da internet que envolve o 'Carreta Furacão' tem mais de 3 milhões de visualizações. 

A participação dos personagens na manifestação contra Dilma está prevista para ser realizada às 17h de domingo.

Publicidade
Publicidade

Para levar o grupo (que está atualmente no Rio Grande do Sul) para Brasília são necessários R$ 15 mil. Só o valor das passagens aéreas estariam em torno de R$ 11 mil. O Movimento Brasil Livre é especialista em conseguir verba em campanhas de financiamento coletiva. No ano passado, por exemplo, eles precisavam de R$ 20 mil para um protesto em Brasília, mas conseguiram R$ 59 mil. De acordo com o movimento, levar o 'Carreta Furacão' para o epicentro dos protestos chamará ainda mais a atenção para a necessidade de se mudar o governo. 

No Rio de Janeiro, são os organizadores de um protesto a favor de Dilma que estão dando o que falar. A Furacão 2000, uma das maiores empresas de funk do Brasil, estará comandando a chamada "festa pela democracia". Não foi informado quem pagará e se haverá pagamento pelas apresentações. 

A votação pelo impedimento da líder petista começará às 14h.

Publicidade

Para que o processo siga até ao Senado são necessários 342 votos, ou pouco mais de 66% dos parlamentares. Já para Dilma Permanecer é necessário apenas 34% do total dos deputados. De acordo com uma reportagem do 'Jornal Nacional', a previsão para o término da votação está previsto para às 21h. Qualquer que seja o resultado será histórico.  #PT #Lula #Dilma Rousseff