O Planalto decidiu lançar nessa quinta-feira, 14, um site onde todos que apoiam o governo e são contrários ao #Impeachment possam se reunir. ‘Batizado’ de ‘Em Defesa da Democracia’, o site possui domínio público “gov”.

Além disso, o ambiente virtual de combate ao impeachment foi pago com dinheiro dos cofres públicos, segundo afirmações de Lauro Jardim, de ‘O Globo’. O site enaltece os milhões de votos recebidos por Dilma e afirma que não existe crime de responsabilidade por parte da mesma, de forma que não é possível que se configure o impeachment, sendo a atual situação política, ‘um golpe’.

Outras situações em que o brasileiro pagou para o governo se defender

Há quase um mês o deputado federal Onyx Lorenzoni denunciou que o governo está usando milhões dos cofres públicos para pagar artistas que os apoie, bem como financiar as manifestações nas ruas, com uniforme, alimentação, etc.

Publicidade
Publicidade

No mês passado, foi divulgado no Facebook do sindicato dos educadores de Santa Catarina que os interessados em participarem do protesto contra o impeachment deveriam se cadastrar e receberiam R$300, mais transporte de ida e vinda do evento. O Sinte-SC confirmou a publicação, mas para tentar abafar o caso, disse que se tratava da oposição ao governo que existe dentro do sindicato que fez a publicação para manchar a imagem da entidade.

Durante as manifestações é comum a imprensa mostrar barracas com distribuições de água, uniformes e lanches para os manifestantes pró-governo, algo que não existe nas manifestações pró-impeachment.

O MST chegou a avisar que levaria mais de sete mil pessoas para manifestar-se em Brasília e que as viagens eram pagas por um movimento que apoia o grupo.

Há alguns dias foi divulgado na imprensa que o governo cortou bilhões de reais da saúde e educação, mas em contrapartida, alguns projetos milionários amparados pela Lei Rouanet foram aprovados, dos quais os artistas beneficiados saíram em defesa de Dilma e Lula publicamente.

Publicidade

Além disso, movimentos sociais convocaram atos de vandalismo em todo o país em represália à votação do impeachment no domingo, 17. Linhas de ônibus pararam em algumas cidades do nordeste e estradas já foram interditadas logo pela manhã em diferentes lugares do Brasil.

Comente esse artigo com a sua opinião sobre esse assunto. #Manifestação #Dilma Rousseff