A defesa da presidente da república Dilma Rousseff não quer que ela seja chamada de 'Satanás'. De acordo com uma reportagem da Folha de São Paulo publicada nesta quarta-feira, 06, houve um pedido ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o nome que designa o "coisa ruim" fosse retirado de um dos quatro processos que pede a cassação da chapa eleitoral da presidente e de seu vice, Michel Temer. Todos esses processos estão no TSE. A comparação, no mínimo inusitada, foi realizada pelo PSDB. O partido do Senador por Minas Gerais Aécio Neves enviou um documento ao TSE em que reproduziu o que a companheira de Luiz Inácio #Lula da Silva teria dito antes da campanha presidencial, dizendo que no Brasil podia se fazer o diabo para se eleger.

Publicidade
Publicidade

Em seguida, o texto faz um pedido curioso: "Vade retro, Satanás".

De acordo com a Folha, os advogados da presidente querem que o Tribunal tire a frase dos autos, riscando esse trecho. De acordo com a defesa de #Dilma Rousseff, o termo "Satanás" e a frase com o "Vade retro" seriam ofensas pessoais. O processo, movido pelo Partido dos Trabalhadores (PT) corre em segredo de justiça. Os advogas reclamaram também que o PSDB não poderia solicitar a inclusão de novas provas oriundas da Operação Lava Jato no processo que pede a cassação da chapa da presidente. A argumentação é que o que ocorreu fora do prazo eleitoral não poderia ser usado juridicamente. O PT e o PSDB ainda não se pronunciaram sobre a reportagem da 'Folha'. 

O dia mais provável para que haja a votação do #Impeachment na Câmara dos Deputados é o 17, um domingo.

Publicidade

A data completamente certa será anunciada nos próximos dias. A ideia é que a votação aconteça em meio às manifestações em todo o país. Movimentos sociais e grupos na internet já organizam passeatas para esse dia. Caso o impedimento de Dilma seja aprovado pela Câmara dos Deputados, ele seguirá para o Senado, onde a tendência é que a votação seja mais rápida. Para que o processo passe para o Senado, pelo menos dois terços dos deputados precisam ser favoráveis a ele.