A crise política que atinge o país parece que está chegando a patamares recordes nestes últimos dias. A cada dia que se aproxima a votação oficial que vai decidir os rumos do processo de #Impeachment contra a presidente da república Dilma Rousseff, os nervos parecem cada vez ficarem mais aflorados. Algumas vezes, no entanto, podemos viver momentos engraçados, em especial quando acontecem as falhas dos parlamentares. Nesta quarta-feira, 06, por exemplo, foi a vez do deputado federal Paulo Pimenta, do Partido dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul acabar escorregando nos próprios argumentos. 

Ele falava durante a comissão de impeachment, quando de repente teve o chamado "momento de profecia", chamando #Dilma Rousseff de "Ex-presidente".

Publicidade
Publicidade

Não demorou muito para que os outros parlamentares começarem a sacanear o nobre colega. Eles começaram a gritar, levantaram-se e até bateram palmas. Alguns seguravam uma espécie de banner com a frase "Renúncia Já". O momento de falha do deputado petista também repercutiu na internet. Através da TV a cabo e também da TV Câmara, que tem sinal aberto para algumas regiões do país, muita gente acompanha a sessão.

"Nossa senhora, até os defensores de Dilma já chamam ela de ex-presidente. Assim fica difícil sair dessa", disse um internauta no Twitter. O site da revista Veja publicou um vídeo editado sobre o momento em que o parlamentar chama Rousseff de ex-presidente. Com narração de Galvão Bueno, narrador esportivo da Globo, os internautas podem ouvir gritos como "na trave", "acabou" e "é treta", todas famosas na voz do jornalista. 

Veja abaixo o momento com a falha do deputado:

Apesar da falha, o deputado tentou continuar sua fala na Comissão de Impeachment, tentando achar argumentos que impedissem a continuação do processo contra Dilma.

Publicidade

Apesar dele tentar, por enquanto a comissão continua a pleno vapor e deve ter continuidade já nesta sexta-feira, 08. A expectativa é que haja reuniões até mesmo nos fins de semana para avançar mais rápido possível o processo de impedimento.  #Lula