Na tarde deste sábado, 16, diversos jornalistas flagraram um segurança que seria do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agredindo um manifestante na porta do hotel onde Lula está hospedado, em Brasília. De acordo com informações do site 'Metrópoles', um grupo de manifestantes fazia um protesto pacífico em frente ao hotel, quando o clima começou a esquentar e começou um confronto. A luta corporal teve inicio após a chegada de um político, que não teve o nome identificado. A Folha de São Paulo também mostrou o flagrante. Uma das imagens mostra um segurança de #Lula batendo em um rapaz de moto, que tentava fugir da pancadaria. Ele depois mostrou o corpo todo machucado aos repórteres. 

De acordo com as primeiras informações passadas ao Metrópoles pela polícia militar, 30 pessoas estavam na porta do hotel com uma mortadela inflável gigante.

Publicidade
Publicidade

Eles gritavam palavras de ordem, como 'Fora Dilma'. Não gostando dos gritos, um segurança foi flagrado saindo de um dos carros da comitiva do político que foi visitar Lula (o nome dele não foi identificado).  Em seguida, o segurança espancou um jovem, dando socos e empurrões nele. 

O caso já ganha repercussão internacional. Um repórter do 'The Guardian' estava no local e fazia a cobertura. De acordo com o site do jornal britânico, o jovem que foi ferido no ataque do segurança foi Kleber Luiz de Borda, de 23 anos e que estuda produção fonográfico. Em entrevista ao 'The Guardian', o jovem confirmou a agressão e disse que Lula estava com um "comboio". Ele disse que a crise provocada pelo governo fez com que ele e outras pessoas ficassem desempregas e que por isso ele decidiu protestar. 

Kleber foi ferido na barrida e na costela.

Publicidade

Ele recebeu os primeiros socorros ainda no local. Temendo que novos confrontos pudessem ocorrer, a polícia militar decidiu reforçar o policiamento ao local. Depois das agressões, um grupo pró-Dilma também chegou ao local. Ninguém por enquanto foi levado para a delegacia, mesmo após o fragrante de agressão. A assessoria do ex-presidente ainda não comentou o episódio e se o segurança de Lula continuará trabalhando normalmente ou se receberá algum tipo de punição. 

  #Dilma Rousseff