Nesta segunda (18) um grupo de senadores deverá se reunir para discutir a proposta de novas eleições. Segundo informações do jornalista do G1 Matheus Leitão os congressistas deverão propor uma reforma constitucional que necessitará da aprovação de 2/3 do Congresso para avançar.

Segundo Cristovam Buarque (PPS-DF), que faz parte do grupo, será necessário também acertar a proposta com Dilma e Temer para que se comprometam a não tentar barrar acionando o STF. De acordo com o cronograma pensado pelos senadores, o novo pleito ocorreria em outubro em conjunto com as eleições municipais e visaria apenas dois anos de mandato.

Questionado sobre o assunto, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), já se mostrou favorável à questão.

Publicidade
Publicidade

Para ele, assim como todos aqueles que defendem a ideia, essa seria uma possível solução para a atual crise política. A proposta ganhou visibilidade na Casa por meio do senador Valdir Raupp (PMDB-RO), que defendeu abertamente a ideia em um pronunciamento no início do mês. #Impeachment #Senado Federal