Segundo o ‘homem do baú’, o Sistema Brasileiro de Televisão não possui nenhum programa jornalístico aos domingos, os tendo de segunda a sábado, e que não pretende abrir uma exceção no dia 17 de abril, quando o #Impeachment de Dilma será votado.

Como a maior parte das emissoras abertas do Brasil anunciaram cobertura completa da votação, como TV Globo e Record, Silvio quer manter o SBT como um canal de entretenimento, onde as pessoas assistem aos domingos para se distraírem. Claro que de última hora nada impede que nos intervalos comerciais sejam divulgadas informações sobre o que está acontecendo no país, mas isso não significa que o SBT fará o mesmo que as concorrentes.

Publicidade
Publicidade

A audiência pode não ser a mesma que das outras emissoras, mas Silvio não liga para isso, ele só quer que a família brasileira se distraia e tenha uma opção diferente para assistir.

Logo, a votação que está prevista para o período da tarde, só será divulgada durante algumas entradas no intervalo do Programa da Eliana e Programa #Silvio Santos, sendo que Eliana será ao vivo.

Não é primeira vez que o mito da televisão brasileira vai na contramão das concorrentes. Após todas as emissoras da TV aberta; exceto TV Cultura e suas filiadas; acabarem com a exibição de programação para o público infantil, Silvio deixou claro que não deixará de dedicar as manhãs da emissora às crianças e quer investir mais em novelas para esse público, como Carrossel e Cúmplices de um Resgate. Ainda esse ano estreará ‘Carinha de Anjo’, uma novela infantil que foi originalmente produzida pela Televisa e que no Brasil contará com vários atores conhecidos e com a presença ilustre da estrela internacional, Lucero.

Publicidade

Segundo o colunista José Armando Vannucci, no domingo poderão surgir alguns ‘flashes’ com o placar dos votos do impeachment durante a programação.

O impeachment deve ser votado durante toda a tarde e início da noite, com resultado previsto para o mesmo dia. Entretanto, não se descarta eventuais imprevistos que adiem tal resultado para a madrugada, já na segunda-feira.

Para evitar maiores problemas, em especial entre os manifestantes, o exército fará a segurança da Esplanada, bem como, em parceria com a PMDF, ocupará um corredor de oitenta metros de largura que separa duas divisórias, onde estarão os manifestantes pró e contra o impeachment. #Dilma Rousseff