A grave crise política que atinge o país está deixando os brasileiros cada vez mais atentos ao noticiário nacional. As vésperas da votação do #Impeachment da presidente da república #Dilma Rousseff, os veículos de comunicação trazem com destaque o assunto. E uma informação chocou muita gente nesta segunda-feira, 11. De acordo com uma nota publicada no site 'O Antagonista', o ex-presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva será preso. A informação seria contada por dois ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) a interlocutores diferentes. 'O Antagonista' é um dos blogs mais acessados de política no Brasil, sendo editado por ex-jornalistas da Revista Veja, que acabaram deixando a publicação por divergências com o conteúdo que era impresso.

Publicidade
Publicidade

Com formato de blog, o site foi criado pelo ex-redator-chefe Mario Sabino e o ex-colunista Diogo Mainardi da revista. 

'O Antagonista' não dá maiores informações de quando e porque aconteceria a prisão. Ainda não há essa confirmação de outros grandes sites até o fechamento desta reportagem. Como se trata de uma notícia muito importante, todo cuidado é pouco. Uma das possibilidades para a detenção do ex-presidente da república é uma investigação comandada pelo Ministério Público Paulista, que apura se um Tríplex localizado no Guarujá teria ou não sido comprado pela família de #Lula. A prisão preventiva  do político chegou até a ser pedida pelo órgão, mas o líder do Partido dos Trabalhadores (PT) continuava solto até o fechamento desta reportagem, realizada às 11h45 no horário de Brasília. 

Outra possibilidade seria a Operação Lava Jato, que é comandada pelo juiz Sérgio Moro.

Publicidade

Apesar do comando da investigação ser do juiz, no caso de Lula ela é de iniciativa do Supremo Tribunal Federal, que com o auxílio da Polícia Federal já realizou até um novo depoimento do ex-presidente neste fim de semana. O conteúdo da nova conversa de Lula não foi divulgado oficialmente. Policiais investigam se ele teria recebido dinheiro ou favores de grandes empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras.