Em um cenário de inquietação política como o dos últimos dias - e também dos próximos, já que no domingo (17) o destino do país está nos votos dos parlamentares que decidirão sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff -, grandes são a ansiedade e as incertezas do povo brasileiro.

A todo momento a mídia noticia um fato novo e os últimos meses foram marcados por um "bombardeio" de informações. Algumas informações condizem com a realidade, outras são apenas especulações enquanto outras são apenas para fomentar ainda mais o ódio contra #Governo - ou contra a oposição.

Nesse boom de notícias há quem traga previsões, como o vidente Roberio de Ogum, que já previu muitos acontecimentos que acabaram acontecendo no cenário político brasileiro.

Publicidade
Publicidade

A Blasting News faz um rápido bate-papo com o vidente Roberio de Ogum

Blasting News: Nas últimas eleições o senhor previu que mudanças afetariam o governo e o país e que a presidente não finalizaria o seu mandato, e isso agora está se concretizando.

Roberio de Ogum: Em 2014 previ a vitória da presidente Dilma nas eleições de 2014 e também que ela não finalizaria o seu mandato: "Se voltarmos toda a história, veremos que isso faz parte do carma dela, pois desde jovem fez todo aquele movimento de sequestrar o embaixador americano, os assaltos, ela brigava por uma justiça social. O carma dela me mostra que ela não ficaria no poder porque, inconscientemente, sem ela ter noção, teria que passar o país a limpo, que são estas prisões que a gente esta vendo ai. São roubos que vinham de trinta, quarenta anos atrás, desde a construção de Brasília."

Blasting News:  Uma reportagem veiculada no site Diário do Poder, fala sobre o que um pai de santo, supostamente contratado pelo PT, previu: que até 4 ou 5 de abril Dilma cairia.

Publicidade

Na entrevista o pai de santo fala sobre "#Impeachment" e o senhor fala em renuncia. Uma coisa que foi dita pelo pai de santo, chega até a preocupar, ele teria dito que tem medo que após o impeachment, Dilma cometa suicídio. Outros pontos abordados por ele foram sobre o vice, que não assumirá e que novas eleições serão convocadas por Eduardo Cunha. Lula se entregará à polícia, é outra afirmação. O que o senhor pode nos dizer a respeito dessas afirmações?

Roberio de Ogum: Quanto a este Pai de Santo, que foi contratado pelo PT, que disse que “ela cairia” dia 04 ou 05 de abril, eu vejo que é uma previsão mais racional, ele está fazendo as contas de quando vai ser votado o Impeachment. E ele confirma que ela vai se suicidar, eu não vejo isso, mas que ela renuncia e não há o suicídio.

Blasting News: Além disso, o senhor teria algo para dizer sobre o cenário político e econômico nas próximas semanas ou meses? A situação do país pode melhorar ou tende a ficar pior com a saída da presidente Dilma?

Roberio de Ogum: O momento político no Brasil ficará pior do que está agora.

Publicidade

Porque a Dilma renuncia e o povo vai às ruas contra o Michel Temer, que não ficará no poder. Vai ser uma avalanche de coisas ruins, negativas. Assumirá um homem de justiça, do Supremo. Há dois anos eu já previa isto. O Lula terá um final de ano muito ruim, não por conta de prisão, mas por saúde. Ele estará com um desgaste físico devido a tudo que aconteceu e falta de proteção espiritual. O país está sendo passado a limpo. As pessoas não podem deixar o pessimismo tomar conta, precisam manter a tranquilidade. A crise não é tão forte como mostram e sairemos dela ainda neste ano. Os que cometeram erros estão sendo punidos e servirá de exemplo para os outros, que não os farão. Temos que agradecer a Deus! #Dilma Rousseff