Nesta sexta-feira, 22, José de Abreu e suas esposa foram a um restaurante japonês de São Paulo, quando após represálias de outro casal, o ator deu duas cusparadas em seus opositores, que seriam contra sua ideologia, de extrema esquerda. Defensor da presidente Dilma Rousseff e contra seu #Impeachment, José de Abreu é um dos garotos propaganda do Partido dos Trabalhadores (PT). Neste domingo, 24, ele decidiu manter sua agenda programa e falou sobre o assunto ao vivo no 'Domingão do Faustão', da TV Globo. Na internet, ele já havia chamado o casal cuspido de "fascista" e "covarde" e dito que não se arrependia do que fez.

Antes de José de Abreu falar sobre o assunto, ele foi homenageado no 'Arquivo Confidencial', o que causou muita estranheza e críticas entre o público.

Publicidade
Publicidade

Faustão então explicou que o quadro já estava preparado antes do incidente em São Paulo. Já sobre a confusão, o ator disse que o outro casal o acusou de roubar dinheiro do povo e sobreviver através da Lei Rouanet. O profissional confirmou que foi xingado de "filho da p*" e que cuspiu no casal. Abreu disse que havia bebido, mas que não estava bêbado. "Não posso me arrepender de um ato impensado", disse o famoso ao ser questionado por Faustão se ele havia ou não se arrependido do episódio. Em seguida, ele contou que é de uma família honrada e que sempre trabalhou. José também disse que não pensou em política na hora da sua reação. 

Faustão ainda disse que esse tipo de reação poderia gerar uma guerra civil. O ator então começou a fazer um discurso para defender que o impeachment de Dilma seria um golpe, tentando argumentar que nunca a polícia federal prendeu tanto.

Publicidade

Faustão fez questão de afirmar que não concordava com muita coisa que Abreu falava. "Não concordo, mas nem por isso sou inimigo", explicou o apresentador. Nas redes sociais, o público mostrou-se muito revoltado com as atitudes do profissional. "Ele falou de machismo e cuspiu em uma mulher. Muita vergonha", disse uma internauta. 

Ameaça de manifestação por conta de entrevista

O público ficou revoltado com a atitude do ator. Nem mesmo entre petistas os cuspes viraram um consenso. Nas redes sociais, um panelaço chegou a ser programado. Até a publicação desta reportagem, no entanto, não havia informações de que ele realmente tenha acontecido. A atitude já vem sendo feita contra lideranças petistas, especialmente a presidente da república #Dilma Rousseff e seu aliado político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em uma interceptação telefônica realizada com autorização da justiça pela Polícia Federal, a ex-primeira-dama, Marisa Letícia, havia ficado irritada com um panelaço, mandando seus opositores enfiarem as panelas no c*.  #Crise-de-governo