Luiz Inácio Lula da Silva ficou conhecido por ser um dos líderes do Partido dos Trabalhadores (PT). Recentemente, ele tem sido alvo de várias denúncias. Uma delas envolve um triplex no Condomínio Solaris, no Guarujá, litoral de São Paulo. Nesta quinta-feira, 07, um trabalhador do prédio onde Lula teria um apartamento foi demitido. O pai de família que agora está sem emprego é José Afonso Pinheiro. Ele, além de zelador do local, virou testemunha da investigação comandada pelo Ministério Público. José depôs contra o companheiro político de Dilma. A informação sobre sua demissão foi dada em primeira mão pelo Estadão nesta sexta-feira, 08, e confirmada pela Procuradoria paulista. 

#Lula e seus advogados negam que ele ou seus familiares tenham comprado o apartamento 164-A do Condomínio Solaris, mesmo após documentos e até uma foto do ex-presidente no local terem sido divulgados na imprensa.

Publicidade
Publicidade

O zelador falou ao Estadão sobre sua demissão. Para ela, a dispensa aconteceu por motivos políticos. Oficialmente, a mensagem recebida por José na hora de seu desligamento é que não precisavam mais de seus serviços. José disse que a OAS, empreiteira investigada na Lava Jato, teria dito que ele falou demais durante seus depoimentos ao Ministério Público e que apenas deixaram esfriar. 

Opinião semelhante tem o promotor do caso, Cássio Conserino. De acordo com ele, os indícios de represália são fortes. Lembrando que por conta da investigação do Triplex, o Ministério Público chegou a pedir a prisão preventiva de Lula. A prisão, no entanto, como sabemos, nunca aconteceu, mas seu pedido foi determinantes para um dos mais polêmicos momentos da política nacional. Dias depois de saber da informação dada em coletiva pelo MP, Lula e #Dilma Rousseff se reuniram.

Publicidade

Ela decidiu dar posse para o ex-presidente no cargo de Ministro da Casa Civil. A posse acabou durando menos de uma hora, pois diversas ações judiciais. Nesta quinta, o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, também se posicionou contra a nomeação do político para o cargo.  #Imposto de Renda