O ministro da Defesa do governo interino de Michel Temer disse que o seu caderno de encargos da segurança está plenamente em dia e explicou que não haverá ocupação, enquanto estiver à frente do ministério, nas favelas ‘mais violentas’ da cidade do Rio de Janeiro, durante a execução dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, que começam no dia 5 de agosto desse ano. A entrevista foi dada no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), que pertence à Marinha e está localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro.

“(...) o ministro Alexandre Morais conseguiu mais dois mil homens da Força Nacional de Segurança vindos de outros estados." – afirmou o chefe da Defesa nacional – "Com isso estaremos com segurança plena pra os Jogos”, destacou Jungmann, que lembrou que a FNS irá atuar também nos equipamentos olímpicos.

Publicidade
Publicidade

O ministro também comentou acerca da situação da violência que está ocorrendo em algumas favelas da cidade do Rio de Janeiro, e contou que não foi solicitado pelo governo do estado para ocupar tais localidades com a Força Nacional. De acordo com Jungmann, isso aconteceu durante a realização da Copa do Mundo de Futebol, há dois anos atrás, em 2014, mas, nessa oportunidade, não haverá necessidade de ocupação. Ele também deu destaque ao trabalho de inteligência que vem sendo feito pelos responsáveis da segurança pública do Rio, em preparação para o Evento Olímpico.

“O Brasil não tem inimigos e nem conflitos étnicos, por exemplo, o que nos deixa muito tranquilos (...)”, disse o ministro. Ele também comentou que não por causa disso, a segurança brasileira irá relaxar. Ele revelou que a inteligência brasileira está trabalhando em conjunto com a inteligência dos Estados Unidos para que se possa estar preparado, caso haja algum imprevisto que venha a tirar o foco e o ‘brilho’ dos Jogos Olímpicos, na cidade do Rio de Janeiro.

Publicidade

Além dos Estados Unidos, o ministro também disse que a inteligência brasileira está recebendo contribuições de outros 60 países de todo o mundo, para que possa estar preparado para o Evento. #Rio2016