A Revista Isto É publicou neste sábado, 21, na internet, uma grave denúncia contra a Agência Brasileira de Inteligentes, que nega que tenha espionado as pessoas citadas na reportagem. De acordo com a Istó É, a Abin teria espionado o juiz federal Sérgio Moro, o presidente em exercício Michel Temer e sua esposa, Marcela, além de líderes do PSDB e de Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Recentemente, o Supremo confirmou que foi encontrado um grampo no gabinete do Ministro Luís Roberto Barroso. O Tenente Coronel André Soares, que já trabalhou na Abin e que é funcionário da Presidência da República, teria dito a dois Senadores que o grampo do Ministro Barroso foi realmente feito pela Agência de Inteligência. 

Após o aumento de suspeitas de espionagem em diversos setores, uma empresa internacional foi contratada no final de março e conseguiu detectar o grampo.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a empresa, o grampo no gabinete do Ministro do STF realmente teria sido colocado pela Abin a pedido do Ex-Ministro Ricardo Berzoini. Mesmo desconfiando da "bisbilhotagem", a equipe de Temer decidiu tratar o caso com absoluta descrição. No entanto, bastou assumir a presidência para que fosse criado o Gabinete de Segurança Institucional (GSI). A chefia da Abin também foi trocada, agora está sob o comando de Sérgio Etchegoyen.

Perto do Natal, a segurança do agora presidente em exercício, teria estranhado a presença de fotógrafos próximos ao Palácio do Jaburu, em Brasília. Naquele período, o processo de #Impeachment de Dilma começava a correr na Câmara dos deputados, sob o comando do então presidente da casa, Eduardo Cunha, do PMDB. 

Em fevereiro, a Polícia Federal recebeu denúncias anônimas que davam conta que o comandante da Lava Jato, Sérgio Moro, também estaria sido espionagem.

Publicidade

Assim, por exemplo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva descobriu com antecedência que iria depôr. O hackeamento do computador pessoa da primeira dama, Marcela Temer, também pode ter a ver com o conluio dos chamados "arapongas". Fotos pessoais e dados importantes foram roubados de Marcela. O hacker já está preso.  #PT #Crime