Nesta terça-feira (24), foi inserida no Diário Oficial da União, a medida que obriga os condutores de veículos automotores a fazer o uso de farol baixo, no período diurno em rodovias e em túneis providos de iluminação. O não cumprimento da norma caracterizará infração média e o condutor terá como punição a perda de quatro pontos na carteira e terá que pagar uma multa no valor de R$ 85,00. Ainda que o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) já tenha editado uma determinação de o farol baixo seja usado durante o dia nas rodovias, entende-se que somente uma norma com força de lei levaria os condutores dos veículos a adotarem a medida, que tem como objetivo o aumento da segurança nas estradas, sabendo-se que a baixa visibilidade é apontada como umas das principais causadoras de acidentes no trânsito.

Publicidade
Publicidade

A nova lei foi sugerida pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR) e publicada por José Medeiros do (PSD-MT) no Senado. Segundo o parlamentar, a imposição deverá aumentar a segurança nas estradas e rodovias.

A importância do uso do farol durante o dia

Os veículos com os faróis baixos ligados têm uma chance significativa de serem visualizados por outros condutores, pois atraem mais a atenção dos condutores ajudando a prevenir acidentes. Estando ligados, há um aumento de visibilidade, reduzindo, assim, em até 60% os acidentes que acontecem durante o dia e em retas, possibilitando que o veículo seja visto a três quilômetros de distância.

Mesmo assim, muitos motoristas não notaram o quanto é importante o uso dos faróis baixos ao dirigirem seus veículos. Além de obrigatório, o mesmo é importantíssimo para ver e ser visto.

Publicidade

Por isso, é indispensável a boa manutenção para que o equipamento funcione corretamente, tornando-se tarefa fundamental para todos condutores. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), antes que o motorista saia com seu veículo em via pública, o mesmo deve fazer a verificação de todo o carro, visando evitar o mau funcionamento.  

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os policiais orientarão os motoristas durantes as abordagens e em ações educativas, por um período de 45 dias, até que entre em vigor a medida. #Legislação #Opinião #Blasting News Brasil