O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou a jornalistas estrangeiros que na quinta-feira, 12, realmente estava muito triste durante o discurso da presidente afastada Dilma Rousseff. Ele contou que não queria estar ali, mas que tinha o dever de ficar ao lado da petista nesse momento tão complicado. Internamente no Partido dos Trabalhadores (PT), a atitude de #Lula é chamada de "depressão profunda". Essa tristeza tem atingido outros militantes, que agora já pensam até em mudar o nome da legenda. No passado, o PFL já teve movimento parecido. Hoje a sigla extinta é conhecida como Democratas.

De acordo com o colunista Claudio Humberto em reportagem publicada no 'Metro Jornal' nesta quinta-feira, 19, a avaliação interna do PT é que tantos escândalos levaram à uma situação irreversível.

Publicidade
Publicidade

Além disso, pouca gente acredita que #Dilma Rousseff terá alguma capacidade de voltar ao poder, pior, mesmo que voltasse, em que condições isso aconteceria. A pressão que a petista e seu grupo tem colocado na política brasileira é importante historicamente, quando esse período receberá informações dos dois lados. 

Já tem gente até que tenta adivinhar qual seria o nome escolhido pela legenda para perpetuar a sua história e se isso seria suficiente para livrá-la de novos vexames. 

Punição pode assolar advogado de Dilma

Mesmo chamando o impedimento de "golpe", a petista não fez esse tipo de alegação ao Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta sexta-feira, 20, de acordo com informações da revista Veja, a Advocacia-Geral da União, já sob tutela do presidente em exercício Michel Temer, decidiu abrir uma sindicância contra o ex-Advogado-Geral da União justamente pelo uso da expressão "golpe".

Publicidade

De acordo com a instituição, esse tipo de postura de Cardozo arranha a imagem da própria Advocacia e de outros setores fortificados ao longo das décadas. O advogado de Dilma tem até dez dias para apresentar a defesa. Caso seja comprovado que ele cometeu improbidade administrativa, o profissional da justiça pode ficar para sempre impedido de ocupar um cargo público.  #Impeachment