Em plena quarta-feira o Brasil amanheceu em um clima diferente, como se fosse um dia em que a seleção canarinho entra em campo e joga um bom futebol, espantando o trauma de 2014.

Desde cedo hashtags sobre o #Impeachment imperavam nas redes sociais. Estudantes e muitos trabalhadores tiveram uma rotina diferente nessa manhã: ficar de olho em um dia para entrar na história.

Os senadores já começaram a se reunir no CN às 9h para decidir o destino político de #Dilma Rousseff. Pelo menos sessenta senadores se inscreveram para fazer discursos durante a votação. É previsto que a votação tenha pelo menos dez horas de duração. A sessão que decidiu pela abertura do impeachment na Câmara dos Deputados durou quase doze horas.

Publicidade
Publicidade

A votação

Renan Calheiros, presidente do Senado tem planos de finalizar a votação até a noite de quarta-feira, 11, evitando que a mesma se estenda para quinta-feira, entretanto, não deve-se descartar eventuais imprevistos e tumultos, como ocorreu na sessão da Câmara.

Embora o governo e seus aliados estejam correndo contra o tempo para conseguir evitar o afastamento de Dilma, cerca de 70% dos políticos da Casa são favoráveis a saída da presidente, sendo pouco provável que de última hora consiga votos suficientes para barrar a votação.

Até o momento a única certeza do governo é que os políticos da esquerda estão os apoiando, além da esperança por poucos votos indecisos e possíveis senadores que mudem de ideia de última hora.

O placar

Para barrar o impeachment o governo precisa de, no mínimo, 20 votos, já para aprovar o afastamento de Dilma, são necessários 41 votos.

Publicidade

Michel Temer

O vice presidente da república deve realizar seu primeiro pronunciamento oficial na quinta-feira, 11. O político deve pedir união e apoio do povo para governar e anunciará o ajuste fiscal para conter a inflação e começar a melhorar a economia brasileira, permitindo a geração de empregos.

A tarefa de Michel não será nada fácil. Atualmente o Brasil possui inflação alta, milhares de empresas com pedido de falência e desemprego recorde.

Clique no Play abaixo e assista a votação ininterruptamente até o veredito final:

#Congresso Nacional