A intenção de Ana Paula Valadão era prejudicar a marca C&A, pressionar pelo fim da campanha #DiadosMisturados lançada pela marca, e derrubar as vendas nas lojas. Mas, a julgar pelas primeiras 24 horas desde que publicou um texto no Facebook com a hashtag #SantaIndignação, a cantora gospel irá se decepcionar. Seus comentários transformaram a campanha da C&A em um viral que já teve mais de 100 mil visualizações no YouTube (com mais de quatro mil avaliações positivas e menos de mil negativas) e mais de 700 mil visualizações no Facebook, com quase 10 mil compartilhamentos. Foram 30 mil reações positivas e menos de 600 negativas. 

Pior do que isso: a C&A, ao invés de tirar a campanha do ar ou se desculpar, foi na direção contrária.

Publicidade
Publicidade

Divulgou uma resposta em que afirma que a mistura é o melhor de tudo e que o objetivo da campanha é celebrar o amor. Complementa ainda que a peça que foi ao ar não tem qualquer tipo de estereótipo ou preconceito. "(O vídeo) faz um novo convite à mistura de atitudes, cores e estampas como forma de expressão", diz. A empresa finaliza o texto de forma elegante, explicando que respeita a diversidade, "inclusive de opiniões". 

Aproveitando a onde positiva com sua campanha provocada pelos comentários negativos de #Ana Paula Valadão, a C&A lançou mais um vídeo com o tema #DiadosMisturados. "Toda mistura é bem-vinda na C&A. Por isso, o Dia nos Namorados ganhou um novo nome: ‪#‎DiaDosMisturados‬. Quer saber como se misturar & surpreender? Dê o play", diz a companhia. Veja o novo vídeo:

A agência que fez a campanha da C&A é a mesma que fez a campanha de O Boticário no ano passado, que também viralizou por meio da fúria dos conservadores: a AlmapBBDO.

Publicidade

Em 2015, a campanha do O Boticário foi feita para celebrar a mesma data - dia dos namorados - e mostrava casais heterossexuais e homossexuais trocando presentes.  A campanha da empresa de perfumes fez um grande sucesso e chegou a ganhar prêmios internacionais. 

Desde que recebeu uma enxurrada de críticas pelos seus comentários, tornando-se até mesmo o principal assunto do Twitter no Brasil, Ana Paula Valadão não voltou a se manifestar.  #Fanatismo religioso #Homofobia