Por volta de uma hora da tarde deste domingo, 1º de maio, o líder do Partido da Causa Operária (PCO), Antônio Carlos, subiu no palco montado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), em São Paulo, fazendo um duro discurso contra o processo de #Impeachment da presidente da república Dilma Rousseff. Ele ainda mostrou-se contrário à ideia de que haverá novas eleições ou a proposta para chegar a ela. Nos últimos dias, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez reuniões para discutir essa possibilidade. A presidente Dilma Rousseff deve fazer o mesmo. ."Não temos que ter proposta de eleição, coisíssima nenhuma", enfatizou ele.

Com um tom alterado de voz, em plena crise econômica e com onze milhões de desempregados pelo país, ele pediu que os trabalhadores façam uma greve geral, deixando de trabalhar para ir às ruas.

Publicidade
Publicidade

Em seguida, ele pediu que o processo de impeachment contra Dilma fosse acabado com tapas. "Vamos acabar com o golpe na porrada", gritou no palco da CUT. 

Outro de raiz esquerda que subiu no palco foi o deputado federal Orlando Silva, eleito pelo PC do B de São Paulo. Segundo ele, os 367 deputados federais que votaram contra a presidente #Dilma Rousseff não valem os 54 milhões de votos que fizeram ela ser reeleita. "Cunha, pode esperar, a sua hora vai chegar", pediu ele que o povo gritasse em São Paulo. Orlando ainda disse que Rousseff é maior vítima do "golpe", que teria sido firmado por um grupo formado por torturadores, traidores e corruptos. 

Em uma rede social, a presidente Dilma confirmou que iria discursar no palco da CUT. No entanto, até o fechamento desta reportagem, ela ainda não tinha se pronunciado.

Publicidade

De acordo com organizadores, só em São Paulo, cerca de 100 mil pessoas tinham ido no ato dos trabalhadores. O ator é dito também contra o impeachment. Por conta da crise política, pela primeira vez, a presidente não fará um discurso ao vivo em cadeia aberta de rádio e televisão. Existe a expectativa que um vídeo sobre o Dia do Trabalhador seja publicado na internet.  #PT