A adolescente foi estuprada por 33 homens devido a uma vingança do próprio namorado. A informação é do jornal Extra, que diz que quem contou foi a avó da vítima. Segundo ela, a jovem teria contado que o namorado, identificado pela polícia como Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos, achava que havia sido traído pela menina de 16 anos de idade. Por isso, o #Crime foi cometido o Morro São João, na Praça Seca, Jacarepaguá.

A adolescente não mora no local e só ia para lá para ver o namorado, com quem se relacionava há três anos. Ela conheceu o jovem na escola, mas, de acordo com a avó, não o apresentou para a família.

Um vídeo feito com a jovem após ser estuprada por mais de 30 homens chegou a ser postado na internet.

Publicidade
Publicidade

“Essa aqui, mais de 30 engravidou”, dizia um dos criminosos que aparecia nas imagens. A jovem estava desacordada e sem roupas. A genitália da garota, sangrando após o abuso, também foi divulgada nas imagens.

A menina já foi depor, mas nesta sexta-feira (27), vai voltar à delegacia, para conversar com o promotor, com a presença de uma psicóloga. A avó contou para o jornal Extra que a garoa está mal, com dores e tomando medicamentos, prescritos no hospital.

A polícia já pediu a prisão de quatro suspeitos, sendo dois participantes do estupro e dois responsáveis pela divulgação das imagens. O delegado Alessandro Thiers pede que s pessoas que tenham qualquer informação sobre o caso repassem para a polícia. Além do “Disque Denúncia”, que atende pelo telefone 181, em ligações gratuitas e anônimas, ele também forneceu um e-mail para o envio de informações: alessandrothiers@pcivil.rj.gov.br.

Publicidade

As pessoas podem também ligar para lá nos telefones 2334-8823 e 2334-8835.

Após ser violentada, a garota ainda voltou na comunidade, para tentar recuperar o seu celular, que foi roubado, mas não conseguiu recuperá-lo.

Na noite de quinta-feira (26), a menina usou as redes sociais para agradecer ao apoio que vem tendo e disse que tinha medo de ser mal julgada pelo que ocorreu e avisou que estava sem celular.  #Investigação Criminal #Casos de polícia