A data oficial para o início das Olimpíadas Rio2016 é 5 de Agosto. Mas os preparativos para esse enorme evento, tanto em tamanho como em importância para o esporte, começaram em 2009.

Talvez muitos se perguntem qual seria a importância de sediar um evento dessa magnitude. Bem, o efeito disso é muito grande para a cidade que sediará os jogos, o Rio de Janeiro. Toda a população sairá ganhando, pois estão sendo executados muitos projetos e reformas em locais públicos que beneficiam a população em geral. É mais ou menos como reformar a casa para um evento especial em família. O evento passa, mas as melhorias ficam.

Por exemplo, o sambódromo foi totalmente reformado para poder ser o palco das modalidades de maratona e tiro com arco.

Publicidade
Publicidade

A área, que foi construída em 2011, especialmente para o evento do Rock in Rio, também foi totalmente reestruturada. Ali foram construídas quadras de tênis, futebol, vôlei e handebol, além de outras reformas para que diferentes competições sejam disputadas.

Foram construídas também diversas Vilas Olímpicas em áreas carentes. Essas áreas foram especialmente escolhidas para essas construções com o objetivo de incentivar os jovens dessas áreas a praticar esporte, ajudando assim a mantê-los em atividades saudáveis e a adquirir objetivos mais nobres na vida.

Na zona norte do Rio foi inaugurada uma área de lazer semelhante a uma que apenas a zona sul da cidade possuía. Essa área possui quadras de vôlei e futebol, pistas de skate, ciclovias e áreas de acesso à internet, além de um enorme espaço verde.

Publicidade

Isso ajudará muito também na imagem do Rio como destino turístico internacional.

Mas e o resto do Brasil?

Bem, claro que toda essa exposição internacional pode ajudar o Brasil a longo prazo. Mas todos esses feriados e paralisações podem ter um impacto negativo na indústria e na economia nacional.

Também há o problema do desemprego na própria cidade do Rio de Janeiro, que, segundo estimativas, chegarão a 35 mil desempregados no final das obras para as Olimpíadas.

Outro grande problema de todas as grandes cidades é o trânsito, que com um evento dessa proporção tende a piorar muito. A população carioca já foi até avisada de que os turistas terão prioridade nos transportes, o que vai obrigar a população a buscar outros meios para se locomover.

À parte a alegria de muitos brasileiros com a empolgação esportiva ou até mesmo a emoção de carregar a tocha olímpica, o evento pode dificultar as coisas a longo prazo?  #Rio2016