O jogador de futebol Lucas Perdomo Duarte Santos, de apenas 20 anos, é um dos suspeitos que está sendo investigado pela Polícia Civil que indica o rapaz como um dos suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de uma jovem de apenas 16 anos de idade ocorrido neste último final de semana em uma comunidade na zona oeste do Rio de janeiro.

O jogador atua pelo Boavista, time de Saquarema, Rio de Janeiro e o advogado do atleta já está negociando com a Polícia Civil a respeito do depoimento do rapaz que precisará prestar depoimento.

A garota já deu seu depoimento à polícia e contou que no momento em que estava sendo estuprada, ela tinha sido drogada.

Publicidade
Publicidade

Ela foi até a comunidade para visitar o namorado e só foi acordar no domingo, dopada e quando abriu os olhos tinha mais de 30 homens armados. Ela foi levada para um imóvel abandonado na comunidade e não teve como reagir.

Quem está investigando o caso é o delegado Alessandro Thiers, que é chefe da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. O estupro da garota foi filmado e o vídeo foi postado no Twitter, o que causou uma revolta ainda maior.

A jovem chegou a ir para um baile funk com seu namorado e depois eles foram para uma casa e a partir daí ela não soube mais dizer o que aconteceu, sendo que quando acordou já estava em um outro imóvel com os estupradores.

O jogador agora será ouvido pela polícia que informou que até o momento não chegou a pedir a prisão de nenhum dos suspeitos por um motivo técnico, mas que a investigação vem avançando e novas denúncias estão sendo recebidas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro.

Publicidade

Fernando Veloso que é chefe da Polícia Civil, informou que para pedir a prisão dos suspeitos será preciso juntar mais provas, mas que irá atuar com rigor absoluto neste caso, mas sempre respeitando as leis.

A diretoria do Boavista por enquanto preferiu não se pronunciar sobre o caso e está buscando maiores informações sobre o caso para que em breve possa divulgar um nota a respeito da atitude do clube em relação ao seu jogador. Lucas Perdomo também segue sem dar nenhuma declaração sobre as acusações contra ele. #Crime #Internet #Casos de polícia