Uma garota de apenas 16 anos foi vítima de um estupro coletivo e como se isso não bastasse, o #Crime foi gravado e o vídeo divulgado no Twitter nesta última quarta-feira (25). Logo o assunto se tornou o mais comentado na rede social e a publicação recebeu milhares de críticas e logo a polícia foi informada do ocorrido.

O crime aconteceu em uma comunidade localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro e a menina passou por exames com um ginecologista no Hospital Maternidade Maria Amélia, na manhã desta quinta-feira (26). A avó acompanhou a garota e disse ter ficado chocada com as imagens que viu e que sua neta estava desacordada enquanto era estuprada.

Publicidade
Publicidade

A polícia já identificou três dos criminosos e conta com a ajuda da população, por meio de denúncias, para identificar os demais envolvidos no crime. Durante a madrugada a menina foi levada ao Instituto Médico Legal e em seguida foi à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática onde foi ouvida. O Ministério Público do Rio de janeiro também está acompanhando o caso e mais de 800 denúncias já foram recebidas e serão verificadas.

A menina está muito abalada com tudo que vivenciou nestas últimas horas e informou que na sexta-feira passada (20) ela foi dormir na casa do namorado, entretanto ela só foi acordar no domingo e revelou: "Quando acordei tinha 33 homens em cima de mim".

Enquanto estava no hospital fazendo os exames ela tentou fugir e precisou ser contida. A garota alega que tudo que ela quer é ir para casa e ficar com a família.

Publicidade

O pai da garota pediu para não ser identificado e, chorando muito informou que o estupro coletivo aconteceu no Morro São João, Praça Seca e que sua filha foi presa quando estava participando de um baile e então fizeram esta covardia com ela: "Estava gemendo de dor, ficou tão traumatizada que só consegue chorar", disse o pai bastante abalado.

O homem responsável por divulgar o vídeo no Twitter já teve sua conta excluída, mas ainda assim estará sendo investigado pela polícia. O vídeo mostra a menina dopada sendo estuprada e também filmaram suas partes íntimas. Como o rosto de um dos estuprados aparece no vídeo, ficará mais fácil para a polícia localizar este e depois ir descobrindo os outros. #Internet #Casos de polícia