A menina de 16 anos que foi estuprada por 33 homens, incluindo seu namorado há 3 anos, na Praça Seca, Rio de Janeiro, usou sua conta pessoal no Facebook para agradecer o apoio das milhares de pessoas que andam se manifestando sobre o caso na internet.

Ela lamentou o ocorrido e também denunciou a impunidade em casos tão chocantes. Após postar sua primeira mensagem, ela editou o texto e acrescentou trecho em que afirma que qualquer mulher pode passar por essa situação e que não é o seu útero que está doendo, e sim sua alma por causa da existência de pessoas tão cruéis seguirem impunes pelas autoridades.

Ela confirmou também que o seu celular foi roubado, mas agradeceu todos os apoios que tem recebido de pessoas de todos os cantos do Brasil, admitindo em seguida que imaginou que seria "julgada mal".

Publicidade
Publicidade

"Mas não fui", agradece.

A mensagem da menina, que é mãe de criança de apenas 3 anos, já foi compartilhada centenas de vezes e curtida milhares de vezes. Os comentários são de total apoio; algumas pessoas afirmam que todo o Brasil está ao seu lado e que a justiça dos homens e a de Deus serão feitas. A menina também mudou a imagem do seu perfil e adicionou mensagem que afirma que luta pelo fim da cultura de estupro.

A menina já deu depoimento para a polícia carioca e contou tudo o que lembra sobre o caso. Vídeos e imagens após o estupro foram registrados e compartilhados por alguns dos 33 homens nas redes sociais. Nas imagens, ela aparece desacordada, enquanto os homens ironizam a situação. "Amassaram a mina, entendeu ou não?", disse um dos criminosos ao postar o vídeo no Twitter. Eles ainda filmam as partes íntimas da menina e ironizam: "Olha onde o trem passou", falou um deles. 

Após denúncias, o perfil do Twitter que divulgou as imagens foi apagado.

Publicidade

Avó da menina afirma que a motivação para a barbárie foi vingança, pois seu namorado acredita que ela o traiu. A avó disse ainda que a família da menina nunca conheceu o namorado, com quem mantinha relacionamento há três anos, pois ela nunca o levou para sua casa.

Saiba mais

Parente diz que menina que sofreu estupro iria ser assassinada e foi salva

Homem que participou de estupro de menina no Rio é jogador do time Boavista #Casos de polícia