O vocalista do grupo de samba 'Fundo de Quintal', Mario Sérgio Ferreira Brochado, faleceu na manhã deste domingo, 29, aos 58 anos. A suspeita é que a morte tenha ocorrido por conta de um linfoma. O próprio grupo anunciou o falecimento do artista através da internet. Não demorou muito para que homenagem dos fãs fossem compartilhadas em sites como o Facebook.

De acordo com informações do G1, a produção da banda contou que Mario Sérgio estava internado há mais de uma semana em um hospital em Nilópolis, na Baixada Fluminense, do Rio de Janeiro. Na unidade, o profissional da música passou por exames, sendo diagnosticado o linfoma, que já estava em tratamento.

Publicidade
Publicidade

Até o fechamento desta reportagem, ainda não havia informações sobre o velório do artista. 

Confira abaixo as mensagens de fãs postadas no Facebook:

"O mundo do samba perde uma fantastica pessoa e mais ainda um familiar pois temos o mesmo sobrenome BROCHADO. DEUS conforte a todos!".

"Perdemos um dos grandes intérpretes, cavaquinista e compositor do samba! Q Deus o abençoe e conforte o coração da família!".

"ara quem não sabe Mario Sérgio, Brochado como eu o conhecia foi um excelente atleta de atletismo tendo pertencido ao quadro da Seleção Paulista e Brasileira... Amigo querido que apenas encontrava em shows ou no lob do Aeroporto... Saudosa sera a presença dele... Deus o tenha em um bom lugar e console todos os familiares...."

"Sentimentos a família Fundo de quintal,que descanse em paz no outro plano....foi muitoooo feraaaaa....obrigado Mário Sérgio". 

"E mais um cavaco se cala nesse mundo do samba!! Que o sambista seja acolhido entre os bambas e que seu nome não caia no esquecimento!".

Publicidade

"meu amigos estou aqui com muita tristeza trazer meus pêsames as grandes estrela do grupo ainda estou tentando acreditar ....estou muito triste emocionado ,uma bela pessoa com grande brilho ,que traz muitas felicidades a todos nos ....."

Obs.: Os comentários foram publicados da mesma forma que foram escritos. Por isso, alguns possuem erros de português ou estão no "internetês".  #É Manchete!