O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro decidiu entrar com uma ação contra a Rede Globo de Televisão por "dano coletivo" por conta de um esponja de lavar louça utilizada na décima sexta edição do 'Big Brother Brasil'. O anúncio foi feito pela assessoria do próprio Ministério Público nesta terça-feira, 03, que protocolou a ação que tem caráter civil público. A Globo é acusada no processo de fomentar a discriminação racial. No BBB, a a polêmica esponja era uma espécie de boneco 'Black Power'. "Negra", a esponja "tinha uma vasta cabeleira", utilizada justamente para retirar a sujeira dos utensílios domésticos. 

Esponja da discórdia

De acordo com o Ministério Público Federal, utilizar uma esponja com um boneco desse tipo faz clara referência à expressões como "cabelo Bombril".

Publicidade
Publicidade

Bombril é o nome de uma marca de lã de aço usada também para a limpeza. Segundo o órgão, a utilização do boneco 'Black Power' acabou reforçando o forte preconceito que existe no Brasil.  A entidade lembra ainda que muito do racismo está intrínseco na sociedade, lembrando que isso existe desde o século XIX, quando a Princesa Isabel sancionou a Lei Áurea, que acabou abolindo a escravatura no Brasil. A ação foi assinada pelos procuradores Ana Padilha Oliveira e Renato Machado.

Multa milionária por dano coletivo

Como punição, o Ministério Público Federal quer uma reparação da Globo por ter cometido danos coletivos. Para isso, a entidade pede 0,5% de todo o faturamento conquistado na décima sexta edição do reality show da Globo. Além da multa, o MPF solicita que a Globo peça desculpas à população negra.

Publicidade

Esse pedido precisa ser feito no horário em que era exibido o 'Big Brother' e também pela manhã, no 'Mais Você'. Isso porque foi o programa apresentado por Ana Maria Braga que exibiu pela primeira vez a esponja.

A TV Globo ainda não comentou a ação. A multa, caso paga, pode chegar a casa dos milhões de reais. Segundo o site RD1, esta edição do BBB faturou mais de R$ 300 milhões. 0,5% disso é exatamente o prêmio dado à Munik, que venceu a edição, R$ 1,5 milhão. A Esponja utilizada no programa já tinha causado polêmica em outros países. Além do modelo 'Black Power', existem opções como soldado e até "Rainha da Inglaterra".  #Crime #É Manchete!