Mais um vídeo revoltante circula na internet, desta vez as imagens mostram uma garota de 15 anos, sendo torturada por duas mulheres.

Nas imagens, elas se revesam agredindo e filmando a ação, a jovem leva vários tapas na cara, pauladas na cabeça, é xingada, humilhada durante toda a agressão e obrigada a dizer que merece passar por isso.

Como se não bastasse todo sofrimento imposto pelas agressões, a jovem foi obrigada a tirar suas roupas é arrastada pelos cabelos, e forçada a andar nua pelas ruas da favela onde mora.

Toda a sessão de tortura e humilhação foi filmada e compartilhada no WhatsApp. Rapidamente o vídeo viralizou na internet, sendo compartilhado milhares de vezes nas redes sociais, tornando o sofrimento e a humilhação da garota infinitamente maior.

Publicidade
Publicidade

Segundo o portal de notícias G1, as duas mulheres foram identificadas e foram presas. O #Crime aconteceu a um mês, a menina está traumatizada e quer sair da comunidade, onde vive com a avó e seu pai.

Motivação da sessão de tortura

De acordo com a Polícia Civil, Antônia Vieira da Costa, de 22 anos e sua amiga Lindineia Lopes Vieira, de 23 anos, foram identificadas e presas. Elas são as responsáveis pela tortura, filmagem e pelo compartilhamento das imagens.

O crime aconteceu no dia 28 de abril, segundo as investigações, ela foi espancada por ter namorado o marido de Antônia, quando a jovem tinha apenas 13 anos de idade.

Na época o marido de Antônia tinha 26 anos, de acordo com a avó da jovem ele não disse a ela que era casado. Hoje o homem está preso por roubo a banco.

O namoro se comprovado também se caracteriza como crime, já que o Código Penal brasileiro, proíbe a prática de sexo ou de qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos, a pena pode chegar a 15 anos de prisão.

Publicidade

O vídeo com a sessão de tortura chegou ao conhecimento da Polícia Civil que o encaminhou a justiça. Ao saber do ocorrido, o juiz decretou a prisão das duas mulheres elas foram indiciadas por lesão corporal e tortura. 

Traumatizada

Em entrevista dada ao G1, a menina disse que elas começaram a espancá-la e que ficou com muito medo. Depois a obrigaram a andar nua pelas ruas, elas me puxaram pelo cabelo. E disseram que se eu falasse com alguém que iriam me matar. 

A garota disse que pediu ajuda, mas que ninguém a ajudou: “Elas me obrigaram a tirar a roupa. Na rua, ali na rua. Pelada, eu pedi ajuda para o menino. O menino falou que não podia me ajudar. E um monte de gente via e ninguém me ajudou”.

A avó da jovem, disse ao G1, que a justiça tem que ser feita e que a família vai processar as mulheres por danos morais. #Investigação Criminal #Casos de polícia