Após ter participado de uma reunião na segunda-feira (16),  com Michel Temer, presidente interino do Brasil atualmente, o novo ministro dos esportes, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), afirmou que a troca que vem acontecendo no novo governo não estará oferecendo nenhum risco com relação aos processos que estão em curso, com relação aos Jogos Olímpicos da cidade do Rio de Janeiro de 2016, que acontecem já no próximo dia 5 de agosto do corrente ano. De acordo com o novo ministro, nada muda o andamento das obras da Olimpíada, e tudo está na mais perfeita ‘normalidade’.

“Sobre os principais gestores na parte técnica, que acompanham os projetos, não há grandes mudanças" – afirma o novo ministro, elencado pelo presidente interino do Brasil, Michel Temer – "e podemos ver que hoje, apesar de uma equipe ministerial nova, todos estavam bem informados acerca de suas atribuições (...)”, disse Picciani, que ainda fez comentários acerca de sua equipe, onde, segundo ele, são profissionais gabaritados que estão por dentro da situação em que o seu ministério atualmente se encontra, em termos estruturais.

Publicidade
Publicidade

Picciani fala que a sua relação, como também de todo o seu ministério, o do Esporte, está em plena consonância com o Comitê organizador da Olimpíada do Brasil. Já com relação ao governo do estado do Rio de Janeiro, o ministro fez questão de dizer que sua relação está sendo a melhor possível e, que, tudo está caminhando perfeitamente bem, todos andando juntos para que possam fazer uma das melhores Olimpíadas já vistas na história dos Jogos Olímpicos.

Com o atual presidente interino, Michel Temer, olhando diretamente para o que ele estava afirmando, Picciani pôs firmeza em suas declarações, e falou para o seu chefe, quanto, também, para todos os que estavam naquela entrevista coletiva, que está priorizando a união com todos para que os procedimentos dos Jogos Olímpicos possam permanecer ‘seguros’.

Publicidade

“Ficou bastante nítido que não haverá surpresas. As obras seguem o cronograma. (...)”, destacou o ministro. Segundo ele, as obras se encontram nesse exato momento na fase final de execução e os organizadores agora estão apenas praticando o ‘ajuste fino’. #Rio2016