O governo do presidente em exercício Michel Temer começou com "graxa no piso". Nos últimos sete dias, dois Ministros caíram pelo mesmo motivo, a exposição de gravações realizadas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Curiosamente, a mesma mídia que era dita como "golpista", criticando os mandos e desmandos da presidente afastada #Dilma Rousseff, é a que tem gerado as quedas com as exposições do material. Tem realizado, inclusive, um trabalho contra a gestão Temer maior que o próprio discurso desastroso de que existe um "golpe parlamentar no país. 

Os erros de Temer já estão na mira de dois Senadores, que de acordo com uma reportagem publicada no jornal 'O Globo' nesta terça-feira, 31, podem mudar o voto do #Impeachment.

Publicidade
Publicidade

São eles Romário Farias, do PSB do Rio de Janeiro, e Acir Gurgacz. Caso isso ocorra, a oposição terá que convencer pelo menos outro nome para votar contra a representante do Partido dos Trabalhadores (PT). Isso porque a próxima e definitiva votação no Senado exige que 54 Congressistas votem a favor da deposição de Dilma. No dia 12 de maio, quando os Senadores votaram pela questão do "afastamento", Rousseff levou 55 votos, um a mais do que o necessário para a deposição. Além de deposta, a hoje presidente afastada ficaria oito anos inelegíveis. 

Romário pode se prejudicar alterando o curso do seu pensamento. Isso porque ele pretende se candidatar à prefeitura do Rio de Janeiro, local presente em um estado mega prejudicado pelo #Governo do PT. Além disso, a atual prefeitura e governo estadual estão nas mãos do PMDB, de Temer.

Publicidade

Ou seja, uma mudança de voto poderia fazê-lo perder total apoio na corrida eleitoral, inclusive, em um possível segundo turno. Romário foi o Senador mais votado na última eleição. Cada estado tem três Senadores e o Mandato dura oito anos, diferente dos demais cargos eleitos pelo povo. 

"Meu voto final estará amparado em questões técnicas e no que for melhor para o país", revelou o "baixinho", que pode fazer seu maior gol contra da história.