Márcia Fernandes é uma paranormal conhecida pelo seus 'poderes' em clarividência e numerologia. Ela faz constantes previsões de vidência a clientes e também no programa da apresentadora Sônia Abrão, o 'A Tarde é Sua', exibido pela RedeTV!. Em previsões publicadas no site 'Diário de São Paulo', a vidente traz o que vê do futuro de três figuras políticas importantes na história do Brasil, todas elas chegaram à posição de presidente: Dilma Rousseff, Michel Temer e Luiz Inácio Lula da Silva. 

A primeira previsão é feita para Dilma, que recentemente foi afastada do poder. Segundo a vidência de Márcia Fernandes, Rousseff não volta mais para o Palácio do Planalto.

Publicidade
Publicidade

Ela deve ser deposta assim que o seu processo de impeachment for concluído, o que pode demorar quase 180 dias, tempo máximo para o Senado avaliar a questão. "O inferno espiritual de Dilma está apenas começando, infelizmente. Ela ainda enfrentará muitos problemas que a deixarão perturbada", desabafou a mulher conhecida por participar de programas de televisão.

Márcia disse que Dilma tem total convicção de suas atitudes, mas que começará a se culpar pelo o que deu errado. Fernandes disse ainda que Rousseff é uma mulher muito impulsiva, filha de Santa Bárbara, e que isso pode trazer problemas para sua vida pessoal. A presidente afastada seria uma guerreira nata, mas usou incorretamente a força espiritual de que detém. 

Quem também não deve ter um futuro promissor de acordo com as previsões da petista é #Lula.

Publicidade

Márcia acredita que ele não se candidatará mais à presidência. A vidente diz que todo o poder de doutrinação do petista já passou e que ele não deve ter uma nova fase de glória, como houve no passado. Segundo a comentarista do 'A Tarde é Sua', o político precisa cuidar bastante da saúde, pois estaria muito fraco tanto no âmbito físico, quanto também no espiritual. Fernandes acredita que Lula ficará fora da mídia e que deve buscar o isolamento.

Já o futuro do presidente em exercício Michel Temer é mais promissor. A sensitiva diz que ele não será nenhum revolucionário, que vai ter problemas, mas que conseguirá colocar o país razoavelmente nos trilhos, saindo do poder apenas em 2018.  #PT #Dilma Rousseff