Acusado de machista e de não promover a diversidade quando formou o seu Ministério, o presidente em exercício, Michel Temer, do PMDB, anunciou nesta terça-feira, 31, que tomará medidas conjuntas de segurança com os estados. Essas medidas vão ajudar potencialmente as mulheres brasileiras. De acordo com o peemedebista, no entanto, todos os cidadãos serão diretamente beneficiados. O intuito da união é melhorar a segurança pública.

As medidas foram anunciadas depois que uma adolescente de 16 anos foi estuprada por mais de 30 anos no Morro do Barão, comunidade de Jacarepaguá, na Zona Oeste, do Rio de Janeiro. A Polícia Civil revelou que já identificou sete dos 33 possíveis suspeitos.

Publicidade
Publicidade

Apenas um deles confessou participação no #Crime, Raí Souza, preso temporariamente. Ele gravou e divulgou o vídeo que foi parar na internet, no qual a intimidade da menina é revelada. Raí nega que tenha existido estupro e diz que a garota transou com ele e mais um rapaz. 

O Presidente em exercício disse que será criado um Núcleo Especial de Proteção à Mulher. Além disso, convênios serão estabelecidos com as policiais estaduais, no qual o governo federal destinará uma verba específica para essa área. Ao lado de Temer, durante o anúncio realizado em uma coletiva, estava o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. De acordo com ele, o novo Núcleo terá ligação direta com seu Ministério. Alexandre frisou que não existe boa segurança no país sem união. Ele disse que os governadores estaduais gostaram da ideia e que deve sim existir uma parceria. 

Apesar do Ministério da Justiça ser oficialmente o coordenador do novo núcleo, Alexandre de Moraes negou algum tipo de hierarquia que possa procrastinar as investigações e a ação contra os crimes.

Publicidade

Já Michel Temer, conhecido por ter implementado a Delegacia da Mulher em São Paulo, revelou que estava extremamente feliz por fazer algo realmente que mudaria toda a nação e que ajudaria quem é indefesa. "Saio daqui com a sensação e a impressão de que estamos fazendo algo útil para o país". #Investigação Criminal