A menina de 16 anos foi esfaqueada pelo seu ex-namorado na frente da escola onde estuda, em Santos-SP. O #Crime ocorreu nesta segunda (6), o suspeito foi preso ainda no local e a vítima foi internada na Unidade de Saúde Santa Casa de Santos, sem correr riscos de morte.

A história começou quando o casal se conheceu há três semanas, segundo relatos da Polícia Civil. Eles se comunicavam através da internet por meio de redes sociais onde conheciam pessoas em comum.

Durante esse tempo, os jovens se relacionaram, até que o rapaz decidiu namorar outra menina. Então, a ex ameaçou o rapaz afirmando que iria contar tudo para a sua futura companheira, criando assim uma cena de ciúmes, seguida por um crime que estaria prestes a acontecer.

Publicidade
Publicidade

Com o crime já planejado, o rapaz ligou para o perueiro da escola avisando que não iria à aula na segunda. Depois, ele ligou para a ex-namorada para marcar um encontro no mesmo dia - ele disse que o objetivo era os dois conversarem.  O telefonema foi feito no domingo (5) e eles se encontraram no dia seguinte.

O casal começou uma discussão na rua, seguida por tal agressão. As facadas atingiram uma no tórax e outra de raspão no pescoço da jovem. Logo, o serviço de ambulância foi acionado e ela foi atendida.

Na Delegacia da Infância e Juventude, o rapaz confessou ter esfaqueado a garota de maneira fria sem maiores preocupações aparentes. Ali, ele também contou toda a história de ameaças por parte dela e todo o romance dos dois.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Rita de Cássia, em nenhum momento o adolescente se mostrou arrependido pelo crime que cometeu.

Publicidade

Mesmo ela questionando se haveria alguma outra alternativa para que ele não a matasse, ele respondeu que “não”.

O caso está sendo investigado como um ato infracional, com uso de de violência e por hora, o rapaz que é de menor está detido na DIJU (Delegacia de Infância e Juventude), em Santos. Lá, ele deve permanecer à disposição para maiores esclarecimentos à polícia sobre o caso.

Ato infracional com uso de violência: Trata-se da possibilidade, do adolescente menor de 18 anos, responder pela prática de crime ou de contravenção penal. Nesse sentido, respeitando, dentre outros princípios gerais do direito, o do devido processo legal, é perfeitamente cabível a aplicação de sanções a menores de 18 anos de idade que pratiquem crime ou contravenção penal, no caso denominado de ato infracional, desde que esta aplicação decorra da apreciação judicial e de competência exclusiva do juiz (Súmula 108 do STJ), lembrando sempre que, tais medidas não possuem natureza de pena e sim de medida socioeducativa. #Comportamento #Casos de polícia