Alexandre Frota decidiu entrar de vez na onda de ser político. Ele tem aparecido frequentemente em ações que envolvem deputados e até Ministros. Recentemente, o ex-ator de filmes pornográficos avisou que tinha propostas para o Ministro da Educação. O Ministro Mendonça Filho o atendeu e ouviu as várias críticas e sugestões do grupo do artista/político. Frota se filiou ao Partido Social Cristão (PSC), mesma legenda que elegeu no Rio de Janeiro o deputado Jair Bolsonaro e em São Paulo, o deputado federal Marco Feliciano. 

Inicialmente, Alexandre almejava um cargo pequeno, de vereador na grande São Paulo, mas de acordo com o jornalista Leo Dias, do jornal 'O Dia', ele já almeja o cargo de deputado federal.

Publicidade
Publicidade

Para isso, ele precisaria conquistar milhares de votos, já que a disputa na maior cidade do país também é a mais acirrada de todos. No mês retrasado, ele chegou a tentar protocolar um pedido de impeachment contra a presidente afastada Dilma Rousseff.

O então presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB - RJ), acabou não aceitando o pedido, deixando aberto apenas o processo pelo qual a representante do Partido dos Trabalhadores (PT) está respondendo agora. Já dizem até que o filiado ao PSC pode ser vice na candidatura de Bolsonaro à presidência em 2018. De acordo com uma matéria publicada aqui na Blasting News, ele teria publicado uma mensagem na internet, na qual diz que o deputado polêmico o convidou para tentar a disputa. 

Atualmente, Bolsonaro chega a ter 8% das intenções de votos a níveis nacionais.

Publicidade

Quem lidera costuma ter pouco mais de 20%. Os nomes que ficam na frente são o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (Rede). Para você, o homem chamado de "mito" nas redes sociais tem alguma chance de vencer o pleito? Comente. 

Se é pela polêmica, Frota já conquistou o cargo de vice da chapa de Jair. Ele vive publicando mensagens de texto e vídeo na internet zoando seus adversários políticos. Uma das que mais renderam foi a quem envolveu o ator José de Abreu, que cuspiu em um casal em São Paulo.  #Governo #Michel Temer