A tocha olímpica continua sua viagem pelas cidades do país. Sabe-se que esse é um dos muitos eventos que fazem parte das Olimpíadas e é um "esquenta" para o que vem por aí em agosto, quando o Rio de Janeiro sediar os Jogos Olímpicos.

O evento tem grandes patrocinadores e também o "apoio" financeiro das cidades interessadas em que o "fogo olímpico" passe por suas ruas e leve o "espírito olímpico" entre os seus moradores. 

Algumas cidades desistiram de receber o evento por conta do alto custo que envolve a passagem do símbolo dos Jogos. O prefeito de Betim/MG disse que teria que desembolsar quase 180 mil reais para fazer parte do tour olímpico. 

Para carregar a tocha também existe uma situação: a seleção das pessoas aconteceu através de um dos patrocinadores - no caso a Coca-Cola, banco Bradesco ou Nissan.

Publicidade
Publicidade

Porém, carregar a tocha não quer dizer que você vai levá-la para casa. É necessário pagar cerca de dois mil reais para ter o objeto em casa. 

É algo único; são mais de 12 mil pessoas no país que terão essa chance. Em alguns casos, os patrocinadores bancam esse custo e agraciam o corredor com a tocha, mas isso nem sempre acontece. 

Tocha Olímpica para Venda

O que começou a chamar a atenção é que muitas pessoas que já passaram pela experiência estão aproveitando para fazer lucro. Em uma busca pela #Internet, nos sites de vendas como o Mercado Livre e o OLX, os dois mais populares do país, é possível encontrar os ítens pela bagatela de 30 mil reais. Numa outra "promoção", você pode ficar com o mimo pagando somente 60 mil reais.

O responsável por esse anúncio colocou várias fotos mostrando a autenticidade do produto.

Publicidade

Ele foi um dos brasileiros que carregou o fogo no Alagoas. Nas perguntas, uma pessoa ofereceu dois mil reais. Recebeu um "não" como resposta. 

Um outro anúncio, muito mais singelo, vende a tocha olímpica com o kit e fotos comprovando a autenticidade por apenas quatro mil reais. Muita gente tem dado lances sem acreditar no artigo. Os dois anunciantes foram contatados mas não responderam aos comentários deixados. #Negócios