Foi confirmado, nesta semana, pela #Rede Globo, de que será exibida, no próximo dia 12 de julho, uma cena íntima que promete sacudir o público. A interpretação ficará por conta dos personagens de Caio Blat (André) e Ricardo Pereira (Tolentino), na novela das 23h da emissora, 'Liberdade, Liberdade'. Os dois já vivem um suposto romance na trama, mas, até agora, não rolou nenhuma demonstração física de carinho. Caso a cena vá para o ar, como prometeu o autor, os dois irão consumar o amor na cama. A notícia deixou muitas pessoas ansiosas pelo capítulo e outras revoltadas com a liberação de uma cena de sexo entre dois homens no horário nobre do canal.

Publicidade
Publicidade

Um desses grupos de pessoas foram os religiosos, que estão divulgando na internet uma campanha contra a emissora. Na página em defesa da fé católica no Facebook, a Paraclitus, circula uma imagem pedindo que os telespectadores parem de assistir à Globo. No texto da imagem de divulgação está escrito: "Você assiste a Globo? Então pare de assistir. No dia 12, o demônio agirá, por meio desta emissora, que transmitirá cenas de sexo gay numa de suas novelas!". No final, há uma mensagem para os seguidores da religião: "Você, católico, não pode servir a dois senhores", se referindo a "Deus" e ao "Diabo". A foto veio acompanhada de uma legenda, que explica porque os católicos não podem ver as cenas.

De acordo com a página, o canal da Família Marinho deveria ser proibida de passar quaisquer imagens de relação íntima.

Publicidade

"Eles nos empurram, como sempre fizeram."

Após defender a censura, os católicos ainda ressaltaram que o que a emissora irá passar é um "pecado".

Por conta dessa publicação, que conta com mais de 3 mil compartilhamentos até o fechamento desta reportagem, muitas pessoas que defendem os direitos da população LGBT se manifestaram na fanpage, postando arco-íris e emojis "vomitando".

Confira:

Gays na Globo

Esta não é a primeira vez que a Rede Globo causa polêmica por tentar inserir um pouco mais da vida da população #LGBT em novelas. Em 'Amor à Vida', o canal exibiu a primeira cena de beijo entre dois homens e deixou, na época, muitos religiosos "de cabelo em pé". Veja novamente:

#Homofobia