Um homem tem provocado enorme polêmica na internet por conta de seus comentários políticas. Usando a expressão "Comunismo é Vida", Cristiano Alvez tem ganho destaque em um momento que o país passa por uma das suas maiores crises, econômica, ética e política. Nos vídeos, ele prega críticas a figuras conhecidas da direita brasileira, como o deputado federal Jair Bolsonaro, eleito pelo PSC do Rio de Janeiro, como também outras personalidades que ele não concorda. 

A liberdade de expressão dada na internet as vezes vira uma problemática na vida do blogueiro comunista. Em um vídeo, ele chega a defender a eliminação de Jair Bolsonaro, pedindo que ele tenha um fim extremamente rápido.

Publicidade
Publicidade

Além disso, o blogueiro prega a tortura de todos os apoiadores do deputado federal, pré-candidato pelo PSC à presidência da república em 2018.

Cearense, Cristiano trabalha como tradutor. Fotos e vídeos dele mostram, no entanto, que ele nem mora mais no Brasil, mas sim na Rússia, um dos redutos da extinta União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Apesar de estar em outro país, a justiça russa e a brasileira podem agir, caso exista necessidade. O blogueiro, no entanto, parece não muito preocupado com isso, já que continua com suas publicações políticas. 

Prega o comunismo, mas pede dinheiro e faz viagens usando justamente o capitalismo

Como todo ideal político, muita gente bate de frente com o comunista, enquanto outros viraram seus fãs. Gente que tem as mesmas ideias radicais em pleno ano de 2012.

Publicidade

Mesmo defendendo o comunismo, o rapaz desfruta do que há de "melhor" do capitalismo. Algumas imagens mostram ele bem vestido, enquanto outras dão a entender que ele estava fazendo turismo pela Europa. Algo que só é possível com dinheiro. Cristiano, no entanto, não está satisfeito com o que ganha e quer mais.

Através da internet, ele pede doações a seus seguidores. Segundo ele, o dinheiro é para produzir um documentário sobre o seu maior ídolo, Stalin, um dos maiores representantes da história do comunismo.  #Governo #Crime